Últimas Notícias Últimas Notícias

« Voltar

Sessão tem manifestações sobre transporte escolar, redes sociais e preço do gás

Sessão tem manifestações sobre transporte escolar, redes sociais e preço do gás

Ter, 06 Nov 2018 17:45

Sessão tem manifestações sobre transporte escolar, redes sociais e preço do gás

Sessão tem manifestações sobre transporte escolar, redes sociais e preço do gás

Na sessão ordinária da Câmara Legislativa do Distrito Federal desta terça-feira (6), os deputados distritais discursaram sobre temas variados, como a falta de transporte escolar na área rural de Planaltina, a intolerância nas redes sociais e o aumento do preço do gás de cozinha, entre outros assuntos.

O deputado Chico Vigilante usou o horário destinado à liderança do Partido dos Trabalhadores para condenar o reajuste do preço do gás de cozinha autorizado hoje pela Petrobrás. O distrital afirmou que muitas pessoas estão tendo que cozinhar com "gravetos e álcool" por causa do preço do produto.

Vigilante ironizou as justificativas da Petrobrás para o reajuste e destacou que o gás de cozinha é um item indispensável para todas as famílias. O parlamentar cobrou do Ministério Público e do Cade ações efetivas de combate aos cartéis dos combustíveis.

O deputado também usou seu tempo para tratar da futura reforma da previdência, em discussão no Congresso Nacional. Segundo ele, os servidores públicos serão os mais prejudicados pelas medidas defendidas pelo futuro governo federal. Vigilante disse que uma das propostas é aumentar a contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 22%. A medida, de acordo com o distrital, seria uma maneira de driblar a proibição constitucional de redução dos salários.

Redes – Já o deputado Prof. Israel (PV) levou uma reflexão ao Plenário da Câmara sobre a intolerância nas redes sociais. Para ele, estamos vivendo tempos ruins, onde algumas pessoas consideram inimigos quem pensa diferente. "Aprender a ouvir o pensamento divergente é um gesto de civilização", ponderou ele.

Na opinião do distrital, as redes sociais se tornaram um território de hostilidade, agressões e xingamentos. O deputado acredita que a ferramenta está sendo mal utilizada e coloca em risco até mesmo a democracia brasileira. "É possível discordar sem agredir?", questionou Israel, para quem "só é possível sobreviver neste planeta quando todos aprenderem a conviver com as discordâncias". "A falta de tolerância, de educação e de reconhecimento do outro como ser humano está levando nossa democracia à ruína", completou ele.

Transporte – O deputado Cláudio Abrantes (PDT) usou a tribuna para denunciar a falta de transporte escolar na área rural de Planaltina. Segundo ele, desde a semana passada as crianças daquela área rural estão sem frequentar a escola por falta do transporte, que é fornecido pela secretaria de Educação.

Abrantes explicou que as empresas de transporte escolar que atuam na área deixaram de atuar por falta de pagamento. As empresas alegam que não recebem pelo serviço desde julho, de acordo com o distrital. "Como um governo que tem um Orçamento milionário deixa faltar o transporte escolar para crianças? É um triste fim de governo e um desrespeito à população", decretou Abrantes.

Gratificação – O deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT) cobrou do GDF o pagamento da gratificação do PASUS, destinada aos servidores cedidos pelo governo federal que atuam no combate à dengue e outras pragas. A gratificação foi aprovada pela Câmara e deveria estar sendo paga há três meses. Segundo o deputado, a secretaria de Saúde alega que o atraso no pagamento é responsabilidade da secretaria de Fazenda.

O distrital também pediu uma revisão do remanejamento dos servidores deslocados para atuar em núcleos de saúde da família. Veras disse que há casos de servidores que mora no Gama e foram lotados para atuar em Planaltina. O parlamentar cobrou bom senso do governo e uma revisão destes casos.

Luís Cláudio Alves
Fotos: Carlos Gandra
Comunicação Social – Câmara Legislativa