Últimas Notícias Últimas Notícias

História infantil e documentário sobre raízes do brasileiro marcam noite na Mostra Brasília

História infantil e documentário sobre raízes do brasileiro marcam noite na Mostra Brasília

Qui, 20 Set 2018 09:31

História infantil e documentário sobre raízes do brasileiro marcam noite na Mostra Brasília

História infantil e documentário sobre raízes do brasileiro marcam noite na Mostra Brasília

A noite de quarta-feira (19), terceiro dia da Mostra Brasília, que reúne os concorrentes à 23ª edição do Troféu Câmara Legislativa para produções cinematográficas do Distrito Federal, contou com a exibição do curta-metragem de ficção Cabeças e do documentário O Outro Lado da Memória. As produções arrancaram aplausos do público, que lotou o Cine Brasília.

O primeiro filme da noite, o curta Cabeças, da diretora Bruna Carolli, retrata uma história infantil sobre a magia de sonhar e a coragem de enfrentar os medos. Na apresentação da equipe, a diretora ressaltou a importância do cinema como momento de "encontros", numa sociedade cada vez mais voltada para celulares e outros eletrônicos. Bruna Carolli também se declarou apaixonada por histórias infantis.

Já o longa da noite, dirigido por André Luiz Oliveira, mostrou diversas facetas da memória, a partir dos relatos da produção do filme sobre o livro de João Ubaldo Ribeiro Viva o Povo Brasileiro, do próprio diretor, que acabou não sendo realizado. A obra retrata as raízes do povo brasileiro, sob a ótica dos negros. O diretor destacou que João Ubaldo Ribeiro o ensinou "a olhar o povo brasileiro de outra forma".

A Mostra Brasília faz parte da programação do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e conta com a participação de 21 filmes. As produções locais concorrem a R$ 240 mil em prêmios, divididos entre várias categorias (veja abaixo). O melhor longa-metragem escolhido pelo júri oficial receberá R$ 100 mil, e o curta, R$ 30 mil. O júri popular também vai eleger os vencedores nas duas categorias, que receberão, respectivamente, R$ 40 mil e R$ 10 mil.

O melhor longa-metragem segundo o júri popular receberá, ainda, R$ 100 mil da Petrobrás, para serem aplicados na distribuição do filme no circuito comercial, em 10 salas de cinema de três das principais cidades brasileiras. O melhor longa eleito pelo júri oficial também receberá o Prêmio CiaRio, no valor de R$ 16 mil em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria da empresa MovieCenter. Já o curta-metragem indicado pelo júri oficial receberá, por sua vez, o Prêmio CiaRio de R$ 8 mil, para locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria da empresa Naymar.

A Mostra Brasília prossegue nesta quinta-feira com a exibição de seis curtas (veja abaixo) e termina na noite de sexta-feira (21). Confira a programação.

Incentivo – O Troféu Câmara Legislativa do DF foi criado em 1996 para reconhecer o talento dos cineastas brasilienses e incentivar os jovens realizadores, ajudando a consolidar a Mostra Brasília. Desde então, já foram distribuídos R$ 2,4 milhões em premiações a cineastas que viriam a ser reconhecidos nacional e internacionalmente, como a documentarista Maria Augusta Ramos e os diretores Adirley Queirós, José Eduardo Belmonte, René Sampaio, Betse de Paula, Santiago Dellape, entre outros.

O objetivo da Câmara Legislativa é continuar impulsionando a produção local. O aumento do número de inscrições, que passaram de seis no primeiro ano para 92 este ano, atestam a importância da iniciativa.

Filmes de quinta-feira (20)

Casa de Praia, de Duda Affonso, 16min, ficção, livre, 2018

Terras Brasileiras, de Dulce Queiroz, 29min, documentário, 12 anos, 2017

Riscados pela Memória, de Alex Vidigal, 20min, ficção, 10 anos, 2018

In Memorian, De Gustavo Fontele Dourado e Thiago Campelo, 24min, ficção, 12 anos, 2018

Presos que Menstruam, de Alisson Sbrana, 20min, ficção, 18 anos, 2018

À Tona, de Daniela Conenberg, 14min, documentário, 14 anos, 2018

 

Prêmios do Júri Oficial do Troféu Câmara Legislativa

a) melhor longa-metragem: R$ 100.000,00

b) melhor curta-metragem: R$ 30.000,00

c) melhor direção: R$ 12.000,00

d) melhor ator: R$ 6.000,00

e) melhor atriz: R$ 6.000,00

f) melhor roteiro: R$ 6.000,00

g) melhor fotografia: R$ 6.000,00

h) melhor montagem: R$ 6.000,00

i) melhor direção de arte: R$ 6.000,00

j) melhor edição de som: R$ 6.000,00

k) melhor trilha sonora: R$ 6.000,00

 

Prêmios do Júri Popular

a) melhor longa-metragem: R$ 40.000,00

b) melhor curta-metragem: R$10.000,00

 

Luís Cláudio Alves
Fotos: Carlos Gandra/CLDF
Comunicação Social – Câmara Legislativa