Últimas Notícias Últimas Notícias

Projeto de reutilização de água em escolas públicas é apresentado para Comissão

Projeto de reutilização de água em escolas públicas é apresentado para Comissão

Qua, 08 Ago 2018 13:45

Projeto de reutilização de água em escolas públicas é apresentado para Comissão

Projeto de reutilização de água em escolas públicas é apresentado para Comissão

A Comissão de Educação, Saúde e Cultura recebeu hoje (8) representantes das Escolas Classe 419 e 604, de Samambaia, para conhecer um projeto pedagógico de reutilização de água em hortas comunitárias. O "Projeto Reutilizar" consiste no reaproveitamento da água que seria desperdiçada pelos bebedouros das escolas para irrigação de hortas dentro das instituições de ensino.

A professora Sueli Lucena do Brasil apresentou o projeto, ressaltando os ganhos pedagógicos proporcionados pelo contato das crianças com a terra. "A horta deve atender todos os segmentos da comunidade escolar, desde a família dos alunos que utilizam os produtos no dia-a-dia aos servidores que trazem novas mudas para o canteiro. Toda a produção segue para a cantina da escola, atingindo seu fim alimentício, e o que não é possível aproveitar para a merenda é vendido para a comunidade. Mas a principal função da horta é pedagógica, pois ali os alunos aprendem de matemática a biologia, além de terem contato com os ciclos da natureza", explicou.

A professora lembrou que a água desperdiçada nos bebedouros "é limpa e paga" e não pode simplesmente ser descartada no esgoto, principalmente num cenário de crise hídrica. O projeto, segundo ela, tem grande apoio da comunidade. "As famílias dos alunos entendem a importância da reutilização da água e isso acaba gerando um efeito nas casas desses alunos. Além disso, muitos pais participam do cuidado da horta, se aproximando mais de seus filhos", ressaltou.

O deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), apoiador do projeto, observou que as escolas não precisam apenas de recursos para obras, mas também para projetos pedagógicos como o desenvolvido por essas escolas de Samambaia. "Vale a pena disseminar o projeto em outras escolas e digo isso porque estive presente e observei como os alunos se envolvem com o reaproveitamento da água e o cuidado da horta. No dia em que visitei o projeto, fiquei impressionado com uma turma que estava calculando os percentuais de impostos cobrados nos preços dos insumos necessários para a horta, o que demonstra a integração pedagógica alcançada", afirmou.

Ao final da apresentação, o deputado lembrou que projetos como esse devem buscar recursos públicos junto aos parlamentares. "A verba é pública, não é de um deputado ou da Câmara Legislativa. A comunidade precisa se organizar para garantir a destinação de recursos públicos que viabilizem projetos de interesse social", ressaltou Veras.

Éder Wen
Fotos: Diogo Sousa/CLDF
Comunicação Social - Câmara Legislativa