Últimas Notícias Últimas Notícias

CPI da Pedofilia vai investigar peça sobre educação sexual

CPI da Pedofilia vai investigar peça sobre educação sexual

Ter, 15 Mai 2018 18:10

CPI da Pedofilia vai investigar peça sobre educação sexual

CPI da Pedofilia vai investigar peça sobre educação sexual

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia decidiu abrir uma investigação sobre a peça "O auto da Camisinha", do grupo teatral Hierofante, sobre educação sexual. Um vídeo com uma cena da peça explicando como utilizar um preservativo masculino causou alvoroço nas redes sociais e despertou a atenção dos integrantes da CPI. O vídeo retrata a apresentação da peça em uma escola pública de Planaltina, na semana passada.

Na tarde desta terça-feira (15), a CPI aprovou vários requerimentos relacionados à abertura da investigação. Os distritais aprovaram a convocação de todos os responsáveis pela exibição da peça na escola para prestarem esclarecimentos, incluindo o diretor da escola, o orientador pedagógico, o professor responsável e integrantes do grupo teatral. A CPI pretende ouvir os responsáveis ainda esta semana. O presidente da Comissão, deputado Rodrigo Delmasso (PRB), informou que vai tentar marcar os depoimentos para a próxima quinta-feira (17).

Os integrantes da CPI ainda aprovaram pedidos de informações aos secretários de Educação e da Cultura sobre a peça e cópias do processo de contratação do grupo Hierofante. Além disso, a CPI aprovou uma moção de repúdio contra a peça teatral. Todas as votações foram aprovadas por unanimidade, com quatro votos.

Rodrigo Delmasso considerou que as imagens que circulam sobre a peça são "gravíssimas". Ele disse que foi procurado por representantes do Fórum de Cultura do DF com pedidos para desistir da convocação, mas manteve a iniciativa. "Quem não deve, não teme", argumentou o distrital.

A deputada Sandra Faraj (PR) disse que é necessário investigar o caso e esclarecer a qual faixa etária o espetáculo é destinado. Já o deputado Julio Cesar (PRB) informou que o assunto causou indignação junto aos pastores evangélicos. Segundo ele, o caso teve uma repercussão negativa e gerou um sentimento de revolta em Planaltina. O deputado Rafael Prudente (MDB) considerou o caso importante e que merece a investigação. Para ele, a CPI deve trabalhar para que episódios como esse não aconteçam mais.

Audiência – A CPI também aprovou nesta tarde um requerimento do deputado Rodrigo Delmasso pedindo a realização de uma audiência pública para debater o assédio, a violência sexual e a pedofilia no esporte. O debate ainda não tem data para acontecer.

Luís Cláudio Alves
Fotos: Silvio Abdon/CLDF
Comunicação Social – Câmara Legislativa