Últimas Notícias Últimas Notícias

CAF adia votação de projetos sobre ampliação de parâmetros de uso

CAF adia votação de projetos sobre ampliação de parâmetros de uso

Qua, 09 Mai 2018 15:59

A Comissão de Assuntos Fundiários (CAF) da Câmara Legislativa adiou nesta quarta-feira (9) a apreciação de dois projetos de lei do Executivo que estendem os parâmetros de uso de lotes comerciais no Setor de Postos e Motéis Sul (SPMS), no Núcleo Bandeirante, e no Setor Habitacional Taquari, no Lago Norte. Os deputados Robério Negreiros (PSD) e Sandra Faraj (PR) argumentaram que a temática deve ser analisada durante a apreciação do projeto de lei que trata da nova Lei de Uso e Ocupação do Solo (LUOS) e pediram vistas das propostas, adiando a apreciação.

Sandra Faraj pediu vistas do projeto de lei complementar nº 133/2018, do Executivo, que estende os parâmetros de uso dos lotes 3, 5, 7, 9 e 11 do SPMS. E Negreiros pediu mais tempo para analisar o projeto de lei complementar nº 134/2018, do Executivo, que estende os parâmetros de uso dos lotes 1 a 23 da avenida comercial do Taquari.

O deputado Rafael Prudente (MDB) também questionou a apresentação dos projetos pelo governo. Prudente pediu que a Comissão solicitasse esclarecimentos ao GDF sobre as justificativas para o pedido de ampliação de uso especificamente destas áreas, quando já tramita na Casa uma proposta que se refere a todo o DF, no caso, a LUOS.

Os integrantes da CAF também chegaram a discutir a viabilidade da votação da nova LUOS ainda neste ano. Negreiros e Sandra Faraj ponderaram que haverá pouco tempo para a realização de audiências públicas para ouvir a sociedade sobre a proposta e destacaram a complexidade do tema. Já a presidente da Comissão, deputada Telma Rufino (PROS), defendeu a votação e disse que os parlamentares podem discutir a proposta nas cidades. O deputado Lira (PHS) adiantou que pretende realizar audiência pública em São Sebastião para debater a LUOS.

Becos – A Comissão aprovou 20 indicações com sugestões de distritais para ações do Executivo. A indicação nº 12.762/2017, da deputada Celina Leão (PP), por exemplo, sugere ao Executivo a regularização dos becos e puxadinhos localizados no Cruzeiro. Outro exemplo de indicação aprovado nesta tarde, foi a de nº 13125, dos deputados Cláudio Abrantes (PDT), Wasny de Roure (PT), Prof. Reginaldo Veras (PDT) e outros, que sugere ao governador o tombamento do Vale do Amanhecer como Patrimônio Cultural Imaterial do DF.

Luís Cláudio Alves
Fotos: Carlos Gandra/CLDF
Comunicação Social – Câmara Legislativa