Últimas Notícias Últimas Notícias

« Voltar

Distritais reagem a críticas de secretário à emenda sobre gestão fazendária

Distritais reagem a críticas de secretário à emenda sobre gestão fazendária

Ter, 08 Mai 2018 17:10

Alguns deputados distritais ocuparam a tribuna na sessão ordinária da Câmara Legislativa desta terça-feira (8) para criticar declarações do secretário de Fazenda, Wilson de Paula, em um jornal local, contra a Proposta de Emenda à Lei Orgânica nº 77/2018, do deputado Chico Vigilante (PT) e outros), que inclui servidores de apoio na carreira de gestão fazendária. Os deputados afirmaram que existe um acordo com o governo para a aprovação da proposta, que pode ir à votação ainda hoje.

O deputado Bispo Renato Andrade (PR) considerou que o secretário fez "afirmações falsas" na entrevista e se colocou apenas ao lado dos auditores, que são contra a proposta. Segundo Andrade, o texto que irá à votação é um substitutivo construído por vários parlamentares e que buscar definir claramente as atividades complementares da carreira. Para o distrital, o secretário não pode se colocar contra os servidores de apoio e agir apenas como "o secretário dos auditores".

O deputado Chico Vigilante disse que está confiante na aprovação da proposta e disse que o texto é fruto de um acordo do "conjunto de deputados de bom senso que conhecem o trabalho destes servidores". Ele também condenou a defesa do secretário dos interesses dos auditores. Sobre a ameaça do secretário de cancelar a realização de um concurso público para auditores, caso a proposta seja aprovada, Vigilante destacou que a banca responsável pelo certame sequer foi escolhida e que a declaração é só uma tentativa de colocar concurseiros contra os servidores de apoio. O deputado afirmou ainda que o projeto não tem nada a ver com transposição de cargos, apenas com a valorização dos servidores de apoio.

O deputado Wellington Luiz (MDB) também criticou a postura do secretário de Fazenda. No entanto, Wellington ressaltou a qualidade e a importância do trabalho desenvolvido pelos auditores tributários. Mesmo assim, o distrital garantiu que votaria a favor da proposta.

Equilíbrio – O deputado Agaciel Maia (PR) destacou o equilíbrio fiscal alcançado pelo governo neste ano. Segundo ele, somente 14 estados estão dentro dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e um DF é um deles. "O próximo governante terá condições de começar um governo em situação muito melhor do que a encontrada pelo governador Rollemberg", assinalou.

Luto – Já a deputada Luzia de Paula (PSB) lamentou a morte de Jessyka Souza, brutalmente assassinada pelo ex-companheiro, um policial militar. Luzia disse que estava de luto pela família de Jessyka e triste em ver como está a humanidade nos dias de hoje. Para ela, foi mais um caso de violência que deixa a todos com um sentimento indignação e tristeza. "Para onde estamos caminhando? Que humanidade é essa?", questionou a distrital.

O deputado Wasny de Roure (PT) também falou sobre o assunto e disse que o crime chocou a cidade e deixou todos perplexos. Na opinião dele, é necessário que se faça um debate sobre o que deixou de ser feito e o que ainda pode ser feito para evitar casos como estes.

Luís Cláudio Alves
Fotos: Carlos Gandra
Comunicação Social – Câmara Legislativa