Últimas Notícias Últimas Notícias

« Voltar

Deputados discutem soluções para crise em plano de saúde da PM

Deputados discutem soluções para crise em plano de saúde da PM

Ter, 04 Out 2016 19:15

O deputado distrital Rodrigo Delmasso (PTN) defendeu na tribuna da Câmara Legislativa, na sessão ordinária desta terça-feira (4), que o governo local aplique recursos do Fundo Constitucional do DF para manter o plano de saúde dos policiais militares. Em sua opinião, essa medida é mais eficaz do que a tentativa de incluir recursos por meio de emendas parlamentares.

 "O Distrito Federal pode investir os recursos disponíveis no Fundo Constitucional na área da saúde, pois, caso não sejam aplicados, os repasses têm que ser devolvidos à União", pregou o parlamentar, que teve o discurso aplaudido por servidores da Polícia Militar que acompanhavam a sessão.

A proposta de destinação de verbas para o plano de saúde da PM foi cogitada em plenário pelo presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF), deputado Agaciel Maia (PR). Maia contou que o GDF teria sinalizado destinar verbas para o plano, caso nove distritais que não apresentaram emendas ao Orçamento - conforme prevê a legislação - deixassem esses recursos para a "reserva de contingência". Outros distritais também manifestaram apoio à demanda, como os deputados Chico Vigilante (PT), Luzia de Paula (PSB) e Prof. Israel (PV).

Adoção – Delmasso também usou o microfone da tribuna para elogiar o novo plano nacional de adoção de crianças que está sendo encaminhado para o Congresso Nacional por medida provisória do presidente Michel Temer. "Essa MP vai garantir mais agilidade à adoção, que levará um prazo máximo de 120 dias, prorrogáveis por igual período, para a finalização do processo que hoje leva, no mínimo, uns três anos", destacou o distrital, lembrando que  a futura lei ainda trará uma novidade positiva: a estabilidade no emprego para o adotante. "È um grande avanço na política pública nacional de valorização da família", comemorou.

Política urbana – O deputado Joe Valle (PDT) lamentou a crise habitacional no DF com a falta de oferta de lotes para as pessoas de baixa renda. "A criação de uma política urbana precisa ser prioridade. Temos que admitir que o governo perdeu a guerra contra os grileiros", afirmou o parlamentar, condenando ainda a onda de invasões que continuam "em vários locais".

Água – A necessidade de adoção de medidas concretas para o enfrentamento da crise hídrica no DF também foi tema do pronunciamento de Joe Valle na sessão ordinária de hoje. Ele lembrou que, mesmo com o retorno das chuvas, é preciso um esforço de todos "para o uso racional da água, sem desperdício ou consumo exagerado".

Ziidenor Ferreira Dourado - Coordenadoria de Comunicação Social