Mais lidas Mais lidas

« Voltar

Sessão itinerante disponibiliza serviços a moradores do Sol Nascente/Pôr do Sol

Sessão itinerante disponibiliza serviços a moradores do Sol Nascente/Pôr do Sol

Qui, 15 Ago 2019 17:47

Sessão itinerante disponibiliza serviços a moradores do Sol Nascente/Pôr do Sol

Sessão itinerante disponibiliza serviços a moradores do Sol Nascente/Pôr do Sol

O programa Câmara Mais Perto de Você, além de realizar sessões ordinárias na mais nova RA do Distrito Federal, Sol Nascente/Pôr do Sol, convidou entidades para contribuir de diversas formas com a população local. Estiveram presentes ao evento o Serviço Social do Comércio (SESC), Secretaria de Atendimento à Comunidade, Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab), "Polícia da Mulher", Polícia Civil entre outras.

O SESC levou para os moradores da cidade cortes de cabelo, barbearia, totós, pinturas de rosto, escovódromo, pula-pula. As crianças ficaram animadas com toda a diversão, pois entre tantos problemas apontados pela população, a falta de lazer e o excesso de criminalidadedificultam que as crianças se divirtam nas ruas da cidade. Ana Beatriz Ferreira, moradora do Sol Nascente, comentou que sua filha de 6 anos "não sai de casa porque é muito perigoso, passa o dia mexendo na internet". E acrescentou: "e, mesmo que fosse mais seguro, não tem aonde ela ir. Não tem parquinhos na cidade, e os que tem estão quebrados".

Milton Felix também aproveitou a participação do SESC e fez a barba. "É muito importante pra gente ter ações como essas, a falta de emprego que afeta tanto a cidade tá levando os moradores a falta de empregos formais e, e além disso, estas pessoas do Sesc, que agora são alunos, vão poder ter seu emprego daqui um tempo", afirmou Milton.

Regularização - A Codhab foi convidada a participar da ação com a ouvidoria e o atendimento para prestar informações referentes a programas habitacionais, à regularização e à Lista da Codhab. Fabíola Albuquerque foi atendida no estande e agradeceu. "Eu não consegui até hoje minha escritura, falta um monte de documentação que eu tenho que correr atrás, e o atendimento aqui me ajudou a saber o que preciso fazer".

As reclamações são variadas, mas é perceptível que a saúde pública é uma das maiores demandas da população que frequentou o evento. Samara Silva teve diversos problemas com o atendimento na rede pública de saúde. "Minha filha ficou dois meses tossindo e o médico disse que, se ela não estava com febre, que aguentaria mais uns dias. Quando finalmente consegui atendimento, minha filha, que tem um ano, estava com uma perfuração no ouvido e início de pneumonia", afirmou a moradora. Outra residente do Sol Nascente, Arline Aires, também falou sobre a saúde, "o posto de saúde do Sol Nascente não dá conta de tanta gente, só tem posto no trecho 1, precisamos de postos e agentes de saúde nos trechos 2 e 3".

Expectativa - Os moradores também revelam a expectativa de que o status de administração regional possa levar ao reconhecimento da localidade "como cidade e não mais como favela". A comunidade da nova RA acredita que possa ocorra o recapeamento asfáltico, um aumento significativo nas linhas de ônibus, a construção de uma delegacia, a construção de mais escolas, de uma vila olímpica, entre outras coisas benfeitorias.

Karine Teles (estagiária)
Foto: Carlos Gandra/CLDF
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa