Mais lidas Mais lidas

« Voltar

Maio Amarelo e segurança alimentar estão entre os temas levantados em plenário

Maio Amarelo e segurança alimentar estão entre os temas levantados em plenário

Ter, 07 Mai 2019 20:19

Maio Amarelo e segurança alimentar estão entre os temas levantados em plenário

Maio Amarelo e segurança alimentar estão entre os temas levantados em plenário

Como de costume, a sessão ordinária da Câmara Legislativa desta terça-feira (7) foi marcada por pronunciamentos sobre diversos assuntos. Distritais aproveitaram o tempo regimental para comentar, da tribuna, questões do mundo da política e do dia a dia do Distrito Federal.

O deputado Iolando (PSC) apontou a importância da campanha nacional intitulada Maio Amarelo, que visa a chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito. O distrital disse estar "estarrecido" com o número de pessoas que morrem, diariamente, em acidentes automobilísticos no País. Segundo informou, são 219 mortes por dia e 50 mil por ano. Iolando destacou que, para além dessas estatísticas, há que se levar em conta as sequelas físicas e psicológicas decorrentes.

Já o deputado Leandro Grass (Rede) foi à tribuna falar sobre o direito à alimentação. "O DF ainda engatinha na construção de políticas de segurança alimentar. Retornar com a política de ‘pão e leite' é atraso. Não podemos permitir políticas pobres para os mais pobres", defendeu. De acordo com ele, a unidade federativa contabiliza cerca de 45 mil famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional, das quais seis mil passam fome. Ele sugeriu que o governo do Distrito Federal adote iniciativa semelhante ao "cartão escolar", para que os beneficiários de políticas de assistência social possam adquirir alimentos, diretamente, da agricultura familiar – o que estimularia, inclusive, a produção local.

O deputado José Gomes (PSB), por sua vez, comemorou a sanção de projeto de sua autoria. Publicado no Diário Oficial do DF de hoje, a Lei nº 6.298/2019 institui o Selo Empresa Boa Pagadora no Distrito Federal. O objetivo é incentivar a responsabilidade social e fiscal. "Quando a empresa é boa, o trabalhador é feliz", afirmou.

Crítica - A situação das ruas no DF foi criticada, em plenário, pelo deputado Chico Vigilante (PT), que reclamou que regiões administrativas como Ceilândia, Taguatinga, Brazlândia e Planaltina estão "um buraco só": "Tem buraco que está fazendo aniversário, que existe desde o governo Rollemberg. É inaceitável".

MDB – Alguns distritais aproveitaram o tempo de fala na sessão para cumprimentar o presidente da Casa, Rafael Prudente (MDB), pela presidência do partido no DF. A deputada Arlete Sampaio (PT) saudou o colega, dizendo esperar que ele possa contribuir para mudanças importantes na forma de atuação da sigla. E o deputado Hermeto (MDB) afirmou que, com a eleição do correligionário, o partido "começa a trilhar uma nova fase de renovação".

Denise Caputo
Fotos: Silvio Abdon/CLDF
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa