Mais lidas Mais lidas

« Voltar

Decisão judicial sobre gestão do Hospital da Criança repercute na Câmara

Decisão judicial sobre gestão do Hospital da Criança repercute na Câmara

Ter, 17 Abr 2018 18:12

O imbróglio envolvendo a gestão do Hospital da Criança de Brasília (HCB) repercutiu na sessão ordinária da Câmara Legislativa do DF desta terça-feira (17). A Justiça determinou a suspensão do contrato do GDF com o Instituto do Câncer Infantil e Medicina Especializada (Icipe), que administra aquela unidade de saúde, considerada modelo.

O deputado Chico Vigilante (PT) informou que visitou hoje todas as instalações do Hospital e constatou o bom trabalho desenvolvido no local. Para ele, o Ministério Público não está agindo corretamente e ameaça um projeto que vem dando certo. O deputado sugeriu que os promotores e os deputados visitem a unidade de saúde para conhecer melhor o trabalho que vem sendo desenvolvido.

Vigilante disse que o modelo de gestão adotado no HCB é parecido com o do Hospital Sarah Kubitschek. Para ele, a única diferença é que o Hospital da Criança atende a pobres.

Já o deputado Raimundo Ribeiro (PPS) isentou a Justiça e o Ministério Público e atacou o governador Rodrigo Rollemberg pelo problema. Para ele, o GDF não deu atenção às irregularidades e ilegalidades apontadas pelo Ministério Público e é o único responsável para crise atual, que "pode levar a mortes".

Na opinião de Ribeiro, a incompetência do GDF coloca em risco uma das poucas coisas que ainda funcionam na cidade. O deputado argumentou que o GDF não fez nada nos últimos três anos. "A promotoria agiu dentro de suas prerrogativas e o governador é que não agiu", assinalou, completando com o que apontou como as principais características do governador Rollemberg: "lerdo, preguiçoso, irresponsável e criminoso".

Luís Cláudio Alves

Fotos: Carlos Gandra

Comunicação Social – Câmara Legislativa