Mais lidas Mais lidas

« Voltar

Câmara Legislativa acaba com uso de papel no trâmite de documentos

Câmara Legislativa acaba com uso de papel no trâmite de documentos

Sex, 01 Nov 2019 19:22

Câmara Legislativa acaba com uso de papel no trâmite de documentos

Câmara Legislativa acaba com uso de papel no trâmite de documentos

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aderiu, integralmente, ao Sistema Eletrônico de Informações (Sei) como plataforma de gestão de documentos. A partir desta sexta-feira (1), os procedimentos antes feitos em papel poderão ser feitos apenas vitualmente. Além de gerar uma grande economia com a diminuição de gastos com papel, o uso do Sistema visa a dinamizar e trazer maior segurança para os protocolos da CLDF.

Segundo o titular da Coordenadoria de Modernização e Informática (CMI), Marcelo Herbert de Lima, as funcionalidades do Sei, como o registro de ações feitas nele, trazem vantagens que o tornam mais confiável que o meio físico: "O mundo digital é muito mais seguro do que o analógico. Tudo é feito com o uso de senha, permitindo o rastreamento de todas as operações", explicou. Além da transparência, outras vantagens são o aumento da produtividade e eficiência no trâmite de procedimentos, uma vez que, cada servidor só tem acesso aos documentos pertinentes à sua área de atuação e o compartilhamento de informações ocorre em tempo real.

O processo de implantação do Sei foi gradativo e começou em maio deste ano quando, por mediação do vice-presidente da Casa, deputado Delmasso (Republicanos), foi assinado um acordo de cooperação com o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), os desenvolvedores do programa, para instituí-lo como meio oficial de tramitação documental. Agora, com o processo finalizado, a CLDF se moderniza e se junta ao poder Executivo e Judiciário, que já haviam aderido ao Sei.

Victor Cesar Borges (estagiário)
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa