Mais lidas Mais lidas

« Voltar

Anunciados os filmes vencedores do 23º Troféu Câmara Legislativa

Anunciados os filmes vencedores do 23º Troféu Câmara Legislativa

Ter, 02 Out 2018 15:07

Anunciados os filmes vencedores do 23º Troféu Câmara Legislativa

Anunciados os filmes vencedores do 23º Troféu Câmara Legislativa

Atualizado em 02/10/2018

O 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o mais antigo do País, foi encerrado na noite deste domingo (23), quando foram conhecidos os filmes aclamados pelo público e pelos júris. Durante a cerimônia, foram anunciadas também as produções locais que venceram a 23ª edição do Troféu Câmara Legislativa do Distrito Federal, que distribuiu um total de R$ 240 mil em prêmios. Concorreram à premiação três longas e 18 curtas.

O júri oficial do Troféu CLDF aclamou o filme "New Life S.A.", de André Carvalheira, como o melhor longa-metragem da Mostra Brasília – vitrine das produções que disputam as premiações do Legislativo local. Na categoria curta-metragem, o vencedor segundo o júri oficial foi o documentário "Entre Parentes", dirigido por Tiago de Aragão. As produções vão receber, respectivamente, R$ 100 mil e R$ 30 mil.

O júri oficial desta edição do Troféu Câmara Legislativa foi composto por três importantes nomes do cinema nacional, todos com laços estreitos com a produção audiovisual da cidade: os cineastas João Batista de Andrade, Liloye Boubli e Armando Lacerda. O grupo foi responsável por escolher, ainda, os vencedores de nove categorias técnicas (veja premiados e prêmios abaixo).

Já o júri popular elegeu o filme "O Outro Lado da Memória", do veterano André Luiz Oliveira, como o melhor longa e "Terras Brasileiras", de Dulce Queiroz, como o melhor curta. O longa foi consagrado também com os prêmios de direção, direção de arte e trilha sonora da Mostra Brasília. Além disso, levou o Prêmio Conterrâneos, oferecido pela Fundação CineMemória e entregue pelo documentarista Vladimir Carvalho.

Incentivo – O Troféu Câmara Legislativa foi criado em 1996 para reconhecer o talento dos cineastas brasilienses e incentivar os jovens realizadores, ajudando a consolidar a produção audiovisual da cidade. Desde então, já foram distribuídos mais de R$ 2,4 milhões em premiações a nomes que viriam a ser reconhecidos nacional e internacionalmente, como Maria Augusta Ramos, Adirley Queirós, José Eduardo Belmonte, René Sampaio, Betse de Paula, entre outros.

Durante a cerimônia desta noite, a premiação do Legislativo local foi destacada pelos integrantes do júri oficial como um importante estímulo ao desenvolvimento do cinema local. Esse reconhecimento foi feito também por Murilo Grossi, eleito melhor ator nessa edição: "O Troféu CLDF foi uma luta e uma conquista, e hoje está aí firme e forte, ajudando a consolidar o cinema em Brasília".

Confira os vencedores eleitos pelo júri oficial

- Melhor longa-metragem (R$ 100 mil): "New Life S.A.", de André Carvalheira

- Melhor curta-metragem (R$ 30 mil): "Entre Parentes", de Tiago de Aragão

- Melhor direção (R$ 12 mil): André Luiz Oliveira – "O Outro Lado da Memória"

- Melhor ator (R$ 6 mil): Murilo Grossi – "New Life S.A."

- Melhor atriz (R$ 6 mil): As presidiárias de "Presos que Menstruam", representadas por Naiara Lira

- Melhor roteiro (R$ 6 mil): Wesley Gondim – "Para Minha Gata Mieze"

- Melhor fotografia (R$ 6 mil): Alan Schvarsberg – "Entre Parentes"

- Melhor montagem (R$ 6 mil): Zefel Coff – "A Praga do Cinema Brasileiro"

- Melhor direção de arte (R$ 6 mil): Moacyr Gramacho – "O Outro Lado da Memória"  

- Melhor edição de som (R$ 6 mil): Olívia Hernandez – "Riscados pela Memória"

- Melhor trilha sonora (R$ 6 mil): Vinícius Jibhajan – "O Outro Lado da Memória"

Vencedores do júri popular

- Melhor longa-metragem (R$ 40 mil): "O Outro Lado da Memória", de André Luiz Oliveira

- Melhor curta-metragem (R$ 10 mil): "Terras Brasileiras", de Dulce Queiroz

Prêmios especiais do júri oficial

- Prêmio especial pelo conjunto da obra: "A Roda da Fortuna", de Luciano Porto.

- Menção honrosa à atriz mirim Nathalia Schuller, pela atuação em "Monstros", de Douro Moura. 

Outros prêmios – O melhor longa-metragem segundo o júri popular receberá, ainda, R$ 100 mil da Petrobrás, para serem aplicados na distribuição do filme no circuito comercial, em 10 salas de cinema de três das principais cidades brasileiras.

Durante a solenidade de encerramento do Festival, foram entregues ainda os prêmios CiaRio - Centro de Infraestrutura Audiovisual, bem como anunciados aumentos nos valores das premiações da parceria e mudanças nas categorias contempladas. O melhor longa eleito pelo júri oficial foi premiado com R$ 25 mil - e não R$ 16 mil, como divulgado anteriormente - em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria da empresa Naymar. Já o curta-metragem indicado pelo júri popular - e não o oficial - recebeu, por sua vez, o Prêmio CiaRio de R$ 10 mil - e não R$ 8 mil, diferentemente de anos anteriores - para locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria também da empresa Naymar.

Saiba mais sobre os filmes aqui.

Denise Caputo
Fotos: Carlos Gandra
Comunicação Social – Câmara Legislativa