Livros Livros

A civilização capitalista

Fábio Konder Comparato

Neste ensaio, o professor Fábio Konder Comparato analisa o sistema capitalista em sua gênese histórica e a partir de diversos pontos de vista. Entender o capitalismo como uma civilização permite que o autor ultrapasse a esfera simplesmente econômica e trate das dimensões cultural, política, ética, jurídica e geográfica das diversas formações capitalistas. 

Os dois primeiros capítulos tratam de elementos estruturais da civilização capitalista: seu "espírito", entendido como a mentalidade, as criações culturais e o sistema ético; e pela forma particular de organização fundada no poder. Os capítulos seguintes tratam da evolução histórica da civilização capitalista, percorrendo desde sua origem até configurações pós-industriais.
Ao final do livro, o leitor encontrará propostas do autor em direção a uma civilização humanista.

ISBN   9788502200340
No. sistema  RVBI   000985119
Localização CLDF 330.342.14 C737 CCC

 


 

O Novo Guia de Brasília

Gabriela Bandeira Advincula

O que é Brasília e quem é o brasiliense? O Novo Guia de Brasília te ajuda a explorar de forma divertida essa cidade estranhamente única. 
Brasília de outro jeito Depois de completar suas primeiras décadas de vida, Brasília ainda é conhecida basicamente por sua arquitetura monumental e situação política. Com certeza isso é uma parte enorme da nossa história, mas não é tudo. Mesmo muito jovem, a cidade já possui uma produção cultural relevante e um estilo de vida bastante peculiar. E é exatamente isso o que você está convidado a explorar em fotos, mapas e ilustrações presentes no novo guia, todas feitas por alguém que nasceu e cresceu aqui e quer apresentar Brasília de uma forma íntima, como se mostrada para um amigo. 

 

ISBN   9788591707614
No. sistema  RVBI   001109159
Código na CLDF CLD00016236 e CLD00016237

 

Brasília - Dimensões da violência urbana

UnB

Há 18 anos, iniciava-se na UnB a coleção Brasília, voltada para estudos sobre urbanização no Distrito Federal. Com isso, Brasília passou a contar, periodicamente, com coletâneas inter, multi e transdisciplinares, as quais, contendo análises e avaliações de seus problemas, apontavam-lhes possíveis soluções. tais obras vêm refletindo a preocupação com o desdobrar do povoamento urbano e as implicações do "modelo" escolhido para Brasília - a disseminação, no território, de assentamentos urbanos que, no passado, eram denominados "cidades-satélites". Com esse tipo de povoamento urbano, esvaiu-se o planejamento tão acalentado pelos fundadores, com o qual idealizavam uma Brasília coincidente com o plano piloto de Lúcio Costa. Hoje. o plano piloto de Brasília é o núcleo central, e as cidades-satélites, componentes do conjunto urbano polinucleado, sem similar no Brasil e no continente americano. A par desse "desvirtuamento" de grandes proporções. a cidade agigantou-se e, com isso, assistimos ao surgimento de problemas

 

ISBN   9788523008307
No. sistema  RVBI   001067564
Código na CLDF CLD00016711

 

Credibilidade: o que os líderes devem fazer para conquistá-la e evitar sua perda

James M. Kouzes, Barry Z. Posner

Nesta edição atualizada e totalmente revisada deste best-seller, Jim Kouzes e Barry Posner investigam por que liderança é, acima de tudo uma relação, tendo a credibilidade como pedra angular, e por que os líderes devem dizer o que pensam e agir de acordo com suas palavras. Baseando-se em seus mais de trinta anos de pesquisas contínuas, este livro amplia a obra seminal dos autores, O desafio da liderança, e mostra por que a credibilidade continua sendo a base da liderança excelente. 
 
Este livro pessoal, inspirador e autêntico proporciona a compreensão da importância fundamental da credibilidade, como conquistá-la ou mesmo como evitar sua perda. A essência da obra é a investigação das seis principais disciplinas que fortalecem a capacidade do líder de desenvolver e manter credibilidade: descobrir sua personalidade, valorizar seus liderados, afirmar os valores compartilhados, desenvolver capacidades, servir a um propósito e manter a esperança.
ISBN   9788535253542
No. sistema  RVBI   000908576
Código na CLDF CLD00016362

 

Brasília, ideologia e realidade - espaço urbano em questão

PAVIANI, Aldo

Esta coletânea de ensaios pretende atingir dois objetivos, amplos e complementares. Em primeiro lugar, suprir uma lacuna existente na literatura de Brasília. Isso em relação de, nos últimos anos, a cidade ter chamado tanto ou mais atenção do que em seus primórdios, pois são incontáveis seus estudiosos, com diferentes campos de interesse, que procuram informações, dados e trabalhos sobre Brasília. Em segundo lugar, necessariamente preso ao primeiro, recuperar Brasília para o debate intelectual em torno de questões antes turvadas pela emotividade dos que antes eram "contra" ou "a favor" da transferência da capital para o Planalto central. Além disso, havendo Brasília atingido um patamar de cidade metrópole, sua complexidade urbana está a exigir dos estudiosos uma interpretação capaz de apontar suas contradições e de clarificar algumas questões antes tidas como tabus, em razão das mitológicas salvaguardas que envolveram sua decantada "aura de cidade planejada"

O Estado, a questão territorial e as bases da implantação de Brasília / Ricardo Libanez Farret -- Brasília como centro político / Benício Viero Schmidt -- O processo de urbanização e a produção do espaço metropolitano de Brasília / Ignez Costa Barbosa Ferreira -- A metrópole terciária /Aldo Pavanini -- As formas concretas da segregação residencial em Brasília / Gonzales, Sueli Franco Netto -- Brasília : mitos e realidades / Paulo R. S. Bicca -- A morfologia interna da capital / Frederico de Holanda -- As imagens de Brasília / Maria Eliane Kohlsdorf -- Imagens do espaço : imagens da vida / Lia Zanotta Machado, Themis Quezado de Magalhães -- Brasília : algumas especulações prospectivas / Luiz Alberto Cordeiro, Gunter Roland Kohlsdorf.

ISBN   9788523012588
No. sistema   000908576

 

Dinheiro, eleições e poder

Carraza, Bruno

Especialista em direito e economia, Bruno Carazza criou uma metodologia original para destrinchar as engrenagens do sistema político brasileiro. Para escrever Dinheiro, eleições e poder, ele compilou e cruzou um volume imenso de dados sobre doações de campanhas eleitorais, tramitação de projetos, votações e atuação parlamentar, que são contextualizados por fragmentos das delações premiadas e dos depoimentos de testemunhas ouvidas nas várias fases da Operação Lava Jato e do julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE. 
O autor mostra como o perfil do financiamento eleitoral no Brasil foi se concentrando em grandes doadores, que seguem uma lógica estritamente empresarial – muito mais que ideológica. Baseado em dados sobre participação em frentes parlamentares, propositura de emendas e posicionamento nas principais votações, Carazza analisa como os eleitos tendem a retribuir as doações recebidas das grandes empresas. Por fim, o autor apresenta alternativas para baratear nossas eleições, combater práticas como o "caixa dois" e diminuir a influência econômica em nossa democracia.

"Combinando de modo feliz a análise de dados quantitativos com trechos das delações colhidas pela Lava Jato, Carazza compõe um quadro em que a influência do dinheiro sobre a política é intensa, multiforme e difícil de combater. Trata-se de uma contribuição importante para a discussão de nosso sistema político e de suas possibilidades de aprimoramento." — Celso Rocha de Barros

"Bruno Carazza destrincha de maneira soberba a associação predadora entre a elite econômica e uma determinada casta política." — Consuelo Dieguez

"Com uma análise precisa, informada e incisiva da intercessão entre dinheiro, corrupção e política, Bruno Carazza apresenta um diagnóstico necessário dos desafios atuais da democracia brasileira." — Marcus Melo

ISBN               9788535931259
No. sistema   001125081

 

Ciume : o medo da perda

Ferreira-Santos, Eduardo

Livro que já se tornou referência na abordagem do tema, agora em edição revista e ampliada, Ciúme: o Medo da Perda indica caminhos para se compreender e controlar esse sentimento contraditório e, por vezes, destrutivo revertendo-o positivamente para a vida a dois. Mesmo que para muitos o ciúme possa representar uma manifestação de amor, ele é, na verdade, um sentimento que produz angústia nos parceiros e pode atingir formas doentias, abalando a saúde mental. Mas é também inevitável, pois, em maior ou menor grau, todos nós estamos sujeitos a ele, o que nos obriga a ficar atentos para saber elaborá-lo em favor de nossa vida amorosa. 

De maneira sensível, clara e envolvente, Eduardo Ferreira-Santos apresenta não apenas as reflexões da psicologia acerca do ciúme, como referências da mitologia, história, teologia e literatura sobre o tema, tornando este livro uma autêntica contribuição para o melhor entendimento da natureza múltipla do ciúme e um instrumento eficaz para a conquista de uma vida conjugal mais plena, carinhosa e insenta de desconfiança. A presente edição inclui também um teste, com diversas situações do cotidiano, através do qual o leitor poderá avaliar em que tipologia do ciúme se enquadra.

ISBN   8588386186
Nº sistema   000814979

 

História universal da destruição dos livros : das tábuas da Suméria à guerra do Iraque

Báez, Fernando

O mundo antigo: Oriente Médio: as bibliotecas da Babilônia, a grande biblioteca de Assurbanipal, os livros dos misteriosos hititas. Egito: A queima dos papiros secretos, as Casas da Vida no Egito. Grécia: Platão também queimou livros, A destruição do templo de Artemisa. Apogeu e fim da biblioteca de Alexandria. Outras antigas bibliotecas gregas destruídas. Israel: a arca e a destruição das Tábuas da Lei, os manuscritos do Mar Morto. China: Shi Uandi - o destruidor. Roma: um mundo de bibliotecas perdidas. As origens radicais do cristianismo: os textos dos gnósticos. O esquecimento e a fragilidade dos livros: quando o desinteresse destrói -- Da era de Bizâncio ao século XIX: Os livros perdidos de Constantinopla. Entre monges e bárbaros: quando as bibliotecas ficaram fechadas como túmulos, os mosteiros. O mundo árabe. Um confuso fervor medieval. Espanha muçulmana e outras histórias. Os códices queimados no México. Em Pleno renascimento. A Inquisição: o Santo Ofício e a censura de livros, a Inquisição no novo mundo. A condenação dos astrólogos: o livro proibido de Nostradamus, a biblioteca secreta de John Dee. A censura inglesa. Entre incêndios, guerras e erros: a queima da Biblioteca do Congresso do Estados Unidos. Os livros destruídos durante a Guerra Civil Espanhola. O bibliocausto nazista. As bibliotecas bombardeadas na Segunda guerra mundial. Os regimes de terror. O ódio étnico: o livrocídio sérvio, a Chechênia sem livros. Religião, ideologia, sexo: o caso Harry Potter. O terrorismo e a guerra eletrônica. Os livros destruídos no Iraque.

Coisa Julgada (Caso Liebman)

JORDI NIEVA-FENOLL

É um dos mais importantes trabalhos já escritos a respeito da coisa julgada. Trata-se de uma pesquisa muito aprofundada que, ao mesmo tempo em que passa em revista a literatura clássica, desconstrói muitas das premissas irrefletidas da doutrina; • Jordi Nieva-Fenoll aborda questões comuns à Espanha e ao Brasil, e, num viés propositivo, sugere soluções para os mais diversos problemas da coisa julgada, especialmente referentes aos seus limites objetivos, subjetivos e temporais; • O texto aborda o tema tanto para o Processo Civil quanto para o Processo Penal, o que torna o presente livro ferramenta utilíssima para todos os profissionais do Direito, além de fonte preciosa para os estudiosos do processo brasileiro.

Número de sistema: 001061827

 

Código Tributário Nacional Comentado

Kyoshi Harada

Esta obra comenta cada um dos artigos do Código Tributário Nacional em linguagem simples, clara e objetiva, à luz da melhor doutrina e de jurisprudência de nossos tribunais, caracterizada por um dinamismo muito intenso, nem sempre resultante de alteração legislativa. Conferiu-se à obra o caráter eminentemente pragmático, reunindo o maior número de informações úteis aos operadores do Direito e detendo-se no exame de dispositivos mais polêmicos, procurando buscar interpretações que se conformam com a ordem jurídica global. Outrossim, estatutos jurídicos específicos que se destacam do Código Tributário Nacional, com a LC nº 87/1996 e a LC nº 116/2003, que regem no âmbito nacional o ICMS e o ISS, respectivamente, também mereceram comentários em seus dispositivos mais importantes. Finalmente, contém Súmulas do STF e do STJ pertinentes ao ramo do Direito Tributário. Nas palavras do Emérito Professor Ives Gandra da Silva Martins, que fez a apresentação da primeira edição deste livro: "Os Comentários ao Código Tributário Nacional elaborados por Kiyoshi e Marcelo Harada são daquelas obras que se tornam necessárias para os que se especializam em direito tributário (…) apreciei particularmente a forma objetiva utilizada para examinar, ao lado de Marcelo, artigo por artigo deste autêntico marco divisório do direito tributário, que é o CTN".

Número de sistema: 001057467

 

Código Penal Comentado

Maurício Schaun Jalil, Vicente Greco Filho

Nos diversos comentários aos dispositivos do Código Penal de 1940, a metodologia aplicada confere à obra a profundidade necessária para atender ao público-alvo: profissionais do Direito. Os comentários têm como apoio a mais relevante doutrina, nacional e estrangeira, e a mais atualizada jurisprudência, na busca por proporcionar ao leitor a melhor interpretação possível do Texto Penal.

Número de sistema: 001057170

Código Penal Comentado

Guilherme de Souza Nucci

Em todas as suas obras, Guilherme de Souza Nucci busca incessantemente o ideal de inovação. 

A cada trabalho, procura aprimorar os estudos da ciência criminal, acompanhando sua evolução e progresso, com sólido conteúdo acadêmico, o que resultou numa produção jurídico-literária que ultrapassa 30 títulos.

Nesta obra, o autor tem como propósito unir sua visão crítica do Direito Penal à jurisprudência atualizada, construindo um texto igualmente amigável ao aluno e ao profissional do Direito e expondo, sempre que possível, os diversos posicionamentos existentes na doutrina, ainda que contrários ao que sustenta. 

Assegura a mais atualizada jurisprudência, a solução aos conflitos mais recentes surgidos nos tribunais e as controvérsias recentes da doutrina brasileira sobre temas relevantes e empolgantes. Tal método tem proporcionado ao estudante a mais ampla visão dos temas analisados e ao profissional, uma rica fonte de consulta para auxiliá-lo no dia a dia forense.

Número de sistema: 001071425

Código Penal Comentado

Rogério Greco

Criado com o objetivo de reunir, em um único volume, as discussões mais importantes relativas ao estudo do Direito Penal brasileiro, o Código Penal Comentado, de autoria do Professor Rogério Greco, chega a sua 11ª edição, trazendo, com clareza e objetividade, as controvérsias doutrinárias e jurisprudenciais, de modo a permitir ao leitor conhecer as divergências existentes em cada tema.

Esta edição conta com a posição dos Tribunais, citações legislativas e súmulas dos Tribunais Superiores, além de trechos específicos das ementas que dizem respeito a cada ponto examinado.

O texto foi atualizado de acordo com as mais recentes alterações legislativas, a exemplo da Lei nº 13.257, de 08 de março de 2016, que alterou o Código de Processo Penal; da Lei nº 13.260, de 16 de março de 2016, que regulamentou o disposto no inciso XLIII do art. 5º da Constituição Federal, disciplinando o terrorismo, tratando de disposições investigatórias e processuais e reformulando o conceito de organização terrorista; da Lei nº 13.284, de 10 de maio de 2016, que dispôs sobre as medidas relativas aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 e aos eventos relacionados; da Lei nº 13.285, de 10 de maio de 2016, que acrescentou o art. 394-A ao Código de Processo Penal; do Decreto nº 8.771, de 11 de maio de 2016, que regulamentou o marco civil da internet; da Lei nº 13.330, de 02 de agosto de 2016, que tipificou, de forma mais gravosa, os crimes de furto e de receptação de semovente domesticável de produção; do Decreto nº 8.858, de 26 de setembro de 2016, que regulamentou o uso de algemas; da Lei nº 13.344, de 06 de outubro de 2016, que dispôs sobre prevenção e repressão ao tráfico interno e internacional de pessoas e sobre medidas de atenção às vítimas; dentre outras editadas em 2016 e novas súmulas do STJ.

Certamente, esta obra será uma poderosa fonte para o operador jurídico e para o estudante de Direito, que obterão conhecimento, aprendizado e aperfeiçoamento profissional transmitidos de forma simples, clara e dinâmica.

Número de sistema: 001053128

 

Código de processo penal comentado

Guilherme de Souza Nucci

Em todas as suas obras, Guilherme de Souza Nucci busca incessantemente o ideal de inovação. 

A cada trabalho, procura aprimorar os estudos das ciências criminais, acompanhando sua evolução e progresso, com sólido conteúdo acadêmico, o que resultou numa produção jurídico-literária que ultrapassa 30 títulos.

Nesta obra, o autor apresenta um estudo integrado com o processo e a execução penal, construindo um texto igualmente amigável ao aluno e ao profissional do Direito e expondo, sempre que possível, os diversos posicionamentos existentes na doutrina, ainda que contrários ao que sustenta. Assegura a mais atualizada jurisprudência, a solução aos conflitos mais recentes surgidos nos tribunais e as controvérsias recentes da doutrina brasileira sobre temas relevantes e empolgantes. 

Em face da sanção do novo Código de Processo Civil, procedeu a todas as adaptações necessárias para demonstrar a harmonia existente entre o processo penal e o processo civil, bem como indicar a aplicação analógica a ser efetivada diante da novel legislação.

Tal método tem proporcionado ao estudante a mais ampla visão dos temas analisados e ao profissional, uma rica fonte de consulta para auxiliá-lo no dia a dia forense.

Número de Sistema: 001055366

Novo Código de processo civil comparado

Teresa Arruda Alvim Wambier, Luiz Rodrigues Wambier

Artigos comentados um a um, com remissões ao CPC de 1973. Projeto gráfico claro que facilita a consulta do leitor; Instrumento essencial para conhecer rapidamente a mudança em cada um dos institutos do novo código. Projeto gráfico diferenciado. Legislação conjunta com notas remissivas a outros Códigos Visão simultânea dos 2 Códigos  Tabela comparativa CPC/2015 – CPC/1973
CPC/1973 – CPC/2015 Realce colorido nas alterações Destaque para o que foi mantido.

Número de Sistema: 001065997

Código de processo civil articulado

Paulo Rubens Salomão Caputo

A presente obra está estruturada segundo o alinhamento dos artigos da Lei nº 13.105, de 16 de março de 2015 (Novo CPC - incluindo a nova redação dada pela Lei nº 13.256, de 4 de fevereiro de 2016), seguidos imediatamente de notas remissivas do artigo no qual o leitor se encontra para outro(s) artigo(s) com o(s) qual(is) tal artigo possa ter relação lógico–sistemática–temática.

Também imediatamente seguinte às remissões (internas, portanto), vêm as notas referenciais, consistentes na relação externa do artigo relativamente ao CPC/1973, e ao mais da Legislação, desde a Constituição até a legislação esparsa, utilizando-se do mesmo critério lógico–sistemático–temático.

Mediatamente, após blocos de artigos (em geral agrupados no mesmo título, capítulo ou seção), seguem-se comentários teórico-doutrinários (com as respectivas notas de citação, explicação, etc., em rodapé).

Na Parte II encontra-se um Quadro Comparativo, em duas colunas e com linhas transversais paralelas, com o CPC de 1973 e todas as suas alterações ao longo das últimas três décadas na parte esquerda, correspondendo visualmente, na parte direita, ao Novo CPC.

Tal Quadro Comparativo também faz as vezes de um índice inverso da obra, articulando reciprocamente as Partes I e II.

Número de sistema: 001065418

Código civil interpretado: artigo por artigo, parágrafo por parágrafo –

Antônio Cláudio da Costa Machado

Sob a organização do Professor Antônio Cláudio da Costa Machado e coordenação da Professora Silmara Juny Chinellato, o Código Civil interpretado – 9ª edição, com a metodologia expositiva característica da série de Códigos interpretados artigo por artigo, parágrafo por parágrafo, oferece consultas pontuais e tópicas da legislação civil codificada, aliando uma pesquisa extensa e profunda a um conteúdo de uso prático e imediato. 
Trata-se de obra didática, completa e fácil de manusear. 
Didática porque, sendo seus autores professores de Direito Civil, incluindo a coordenadora, a preocupação pedagógica é uma constante, o que faz da obra um sucedâneo dos manuais existentes nas livrarias jurídicas. 
Completa porque corresponde ao único trabalho disponível no mercado que realmente apresenta interpretações artigo por artigo, parágrafo por parágrafo do Código Civil.

Número de sistema: 001057172

CLT Organizada

Carlos Henrique Bezerra Leite

Esta obra, organizada pelo renomado jurista, professor e desembargador Carlos Henrique Bezerra Leite, é indispensável para a aprovação em Concursos Públicos e Exame de Ordem da OAB, reunindo de modo seguro, completo, prático e objetivo todo o conteúdo necessário à resolução de questões das provas de consulta na área trabalhista.

Além disso, é obra essencial para o exercício das atividades profissionais e acadêmicas dos operadores jurídicos que lidam com o Direito do Trabalho e o Processo do Trabalho, como professores, alunos de graduação e pós-graduação, advogados, magistrados, procuradores, auditores fiscais, defensores, analistas, técnicos, contadores etc.

Adequado ao material de consulta permitido nos editais e atos normativos correspondentes, este livro contém índices alfabéticos, cronológicos e remissivos da legislação, súmulas e orientações jurisprudenciais, precedentes normativos e enunciados.

O texto da CLT contém, ainda, notas cuidadosamente selecionadas das principais fontes normativas da ONU e OIT, da CF, do Novo CPC e do Código Civil, bem como da legislação complementar e da jurisprudência sedimentada no STF, STJ e TST que tenham importância para a área trabalhista.

NÚMERO DE SISTEMA: 001064824

Ciência Política

Paulo Bonavides

Um clássico de nossa literatura jurídica, alargando o conceito da Teoria Geral do Estado, este livro é uma extraordinária explanação da matéria. Daí sua excepcional acolhida, que se reflete nas sucessivas edições e tiragens de obra destinada aos estudantes e aos estudiosos.

Número de sistema: 001055348

Caso Marbury v. Madison: o nascedouro do controle de constitucionalidade

Carlos Henrique Bezerra Leite

O nascedouro do controle de constitucionalidade.

Número de Sistema: 001053693

Casamento entre Indivíduos do Mesmo Sexo - Uma Questão Conceitual, Moral e Política

Pablo Antonio Lago

A questão central do presente livro, que se busca responder afirmativamente, é: existe um direito moral ao casamento homossexual? Para tanto, analisa-se o tema a partir da Filosofia Moral e Política, o que demonstra a necessidade de se conceituar o casamento antes de verificar se este constitui ou não um direito moral.

Parte-se das concepções de casamento formuladas por John Finnis e Ronald Dworkin, analisando-as criticamente, propondo-se, após, uma que seja capaz de tratar o casamento enquanto um conceito interpretativo. Somente então é possível verificar se o casamento corresponde a um direito moral dos homossexuais, o que se faz primordialmente a partir das críticas desenvolvidas por Herbert Hart e Dworkin à posição de Patrick Devlin, e da concepção dworkiniana de igualdade e dignidade humana.

Conclui-se que o dever do Estado de tratar os indivíduos com igual respeito e consideração implica reconhecimento do casamento como direito moral dos homossexuais, e que a análise da questão sob a ótica da moralidade pública implica a discussão de seus limites, bem como no debate mais amplo acerca dos direitos das minorias em geral.

Número de sistema:  001053676

Caracterização técnica da insalubridade & periculosidade: manual técnico básico

ALEXANDRE PINTO DA SILVA

Este livro aborda de forma atualizada, clara, prática e objetiva, a questão da Insalubridade e da Periculosidade no Brasil, interpretando as questões técnicas que devem ser observadas em sua caracterização.

NÚMERO DE SISTEMA: 001063625

Cálculos trabalhistas: para rotinas, liquidação de sentenças e atualização de débitos judiciais

GISELE MARIANO DA ROCHA

Este livro trata dos principais direitos trabalhistas garantidos pela atual legislação, focalizando não apenas os aspectos que embasam os cálculos das verbas devidas através das diversas interpretações doutrinárias, como também a metodologia utilizada na elaboração de um laudo de liquidação de sentença trabalhista.

NÚMERO DE SISTEMA:  001066927

Bioética, Biodireito e Modernidade - Razão e Humanização

Taylisi de Souza Corrêa Leite

Esta obra tem por objeto o estudo da Bioética como fenômeno da modernidade, a partir de um olhar filosófico que diagnostica os problemas bioéticos como excrescências de uma racionalidade específica, que tem sua égide no início dos tempos modernos e se desenvolve enquanto cientificismo positivista e tecnologia até o presente.

As problemáticas decorrentes do avanço da Biotecnologia, da poluição ambiental e da escassez de tratamentos médicos para populações pouco favorecidas estão identificadas como resultados necessários de uma razão mitificada, totalitária, perversa e serviçal do sistema econômico capitalista.

Além da correlação entre problemas bioéticos e razão esclarcida, a obra percorre a relação entre razão e medicina, bem como entre razão e direito, ambos tecnicizados pelo positivismo a serviço do capital. Devassando algumas estruturas da medicina, busca-se evidenciar a dificuldade prática de edificação de uma Bioética. Ao lançar seu olhar sobre o direito moderno, demonstramos que o Biodireito é o pior caminho de desdobramento para a Bioética.

Por fim, na esperança de uma proposta Bioética possível, o livro realiza uma ponte entre esta e os direitos humanos, através do resgate de uma razão dialética, reflexiva e emancipadora, e do multiculturalismo.

NÚMERO DE SISTEMA: 001059107

Adolescente e responsabilidade penal: da indiferença a proteção integral

JOÃO BATISTA COSTA SARAIVA

Este livro aborda a trajetória do adolescente em conflito com a lei desde a perspectiva de sua responsabilidade penal, a polêmica questao da indiferença à proteção integral dos direitos da criança, o reconhecimento do adolescente como sujeito e protagonista de sua história, com direitos e deveres próprios, e consolida um modelo de responsabilidade penal de adolescente, ou de direito penal juvenil.

NÚMERO DE SISTEMA:  001058305

Adoção de Embriões Excedentários à Luz do Direito Brasileiro

ADRIANA AUGUSTA TELLES DE MIRANDA

Adoção de Embriões Excedentários à Luz do Direito Brasileiro aborda os principais questionamentos sobre os direitos dos embriões e a possibilidade da gestação de mulheres inférteis. O direito à vida do embrião e o direito de a mulher gestar uma criança por meio da adoção de embriões excedentários fundamentam-se nos direitos da personalidade e no princípio da dignidade da pessoa humana.

Trata-se da evolução dos direitos da pessoa, pautada pelo pensamento filosófico de Immanuel Kant e no princípio da dignidade, o qual é analisado na esfera do Direito Civil Constitucional por meio de esclarecimentos dos princípios até sua conceituação, conferindo maior valor aos princípios constitucionais, como o mandamento de otimização e a eficácia horizontal dos direitos fundamentais.

Os direitos fundamentais, objeto de destaque neste estudo, são aqueles relacionados à vida, à integridade física e psíquica, à liberdade de decisão ou autodeterminação e à intimidade. Diante das várias teorias que tentam definir o momento do início da vida, o propósito é a defesa da teoria concepcionista, inserindo o instituto da adoção dos embriões excedentários como solução ao não descarte de embriões criopreservados. 

A proteção de mulheres inférteis na constituição de uma família e o direito de gerar sua prole, por meio da adoção de embrião excedentário, fundamentam-se nos direitos humanos. Para tanto, na esfera do Direito Civil, examinam-se as consequências da adoção de embrião excedente, como a filiação unilateral e o princípio da paternidade responsável; a possibilidade ou não de se conhecer o doador do material genético; o direito ou não ao pleito alimentar; e, no âmbito sucessório, o direito à herança.

NÚMERO DE SISTEMA:  001048892

Acesso à informação como direito fundamental e dever estatal

INGO WOLFGANG SARLET; CARLOS ALBERTO MOLINARO; LEONEL PIRES OHLWEILER ; JOSÉ ANTONIO MONTILLA MARTOS.

A obra é resultado de um projeto de pesquisa conjunto empreendido pelos coordenadores e representando o Programa de Pós-Graduação em Direito da PUCRS e o Departamento de Direito Constitucional da Universidade de Granada, Espanha, abordando os desafios da sociedade de informação que atingem tanto a esfera pública quanto a esfera privada. Nesse contexto, transparência e publicidade implicam deveres de prestações informacionais por parte do Estado e direitos subjetivos do cidadão que tem por objeto o acesso de modo facilitado às informações retidas pelo poder público em todos os setores de atividade. Com a edição de dois novos diplomas legislativos (Lei 12.527/2011 e Lei Espanhola 19/2013) imprimiu ao tema um sabor de novidade e carrega consigo desafios imensos e diversificados, de ordem teórica e prática.

NÚMERO DE SISTEMA: 001044893

A responsabilidade civil do estado por erro judiciário

Vitor Luís de Almeida

Muito embora a responsabilidade civil extracontratual do Estado, na atual fase de evolução, tenha se consagrado sob a ótica da teoria objetiva, a ideia de culpa ainda impera com relação à responsabilidade decorrente dos atos jurisdicionais, especialmente se desenvolvida sob a ótica do sistema do livre convencimento motivado, no qual o julgador tem maior liberdade para apreciar as provas e desenvolver sua decisão, desde que devidamente fundamentada nos fatos e no direito, aplicáveis ao caso. A definição de erro judiciário e as abordagens sobre a fundamentação das decisões judiciais como um direito fundamental , o elemento subjetivo e a desconstituição da coisa julgada também se apresentam como interpretações imperativas para uma melhor compreensão do tema

Número de Sistema: 001056853

A norma da igualdade e o trabalho das pessoas com deficiência:

LUTIANA NACUR LORENTZ

Esta obra é fruto de um estudo profundo sobre as diversas concepções jurídicas conferidas ao binômio igualdade e liberdade nos Estados Liberal, Social, Democrático e Neoliberal para as pessoas em geral e para as pessoas com deficiência. 
Esta edição atualizou o livro por duas novas chaves de leituras: tanto pela Convenção da ONU sobre direitos das pessoas com deficiência de 2006, ratificada em 2009 pelo Brasil, quanto pelo Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei n. 13.146, de 6 de julho de 2015) que trouxeram várias ressignificações ao temário de direitos dessas pessoas, notadamente introduziram uma nova e revolucionária conceituação das mesmas que foi desenvolvida no capítulo VI.

Numero do Sistema:  000770811

A intangibilidade da coisa julgada diante da decisão de inconstitucionalidade

Luiz Guilherme Marinoni

O Supremo Tribunal Federal, ao proferir decisão de inconstitucionalidade, sempre está vinculado à modulação de efeitos para que a coisa julgada material não seja atingida ? Ou a coisa julgada, por não se confundir com a lei declarada inconstitucional, nunca é atingida pela declaração de inconstitucionalidade, de modo que o Supremo Tribunal Federal deve atuar em sentido inverso, indicando que, em face de determinada circunstância específica e norma constitucional, a declaração de inconstitucionalidade atingirá a coisa julgada?;

 Esta nova edição responde a todas estas indagações, situando-as a partir do desenvolvimento de fundamentos teóricos reputados idôneos para privilegiar a mais alta função do Supremo Tribunal Federal e garantir a tutela da segurança jurídica, expressa no signo da coisa julgada material.

Número de Sistema: 001064113

Novo Código de Processo Civil Anotado

Humberto Theodoro Junior

O Novo CPC, concebido pela Lei nº 13.105, de 16 de março de 2015, modernizou o direito processual civil brasileiro, no afã de implantar, entre nós, o reclamado processo justo, assegurado na ordem constitucional como direito fundamental.

Cotejado como o Código anterior, nota-se que alguns institutos processuais realmente novos foram criados, enquanto outros, havidos como obsoletos, foram eliminados. Em grande proporção, todavia, a sistemática do CPC de 1973 se manteve, e a orientação jurisprudencial traçada firmemente pelos tribunais superiores durante o regime da legislação substituída pelo Novo CPC restou prestigiada, quase sempre.

Daí por que esta 20ª edição do Código de Processo Civil Anotado, a par das referências doutrinárias esclarecedoras da evolução normativa ocorrida, conserva grande parte dos precedentes pretorianos, sempre que se mostrem úteis e consentâneos com a nova lei.

Observaram-se, finalmente, as alterações que a recente Lei nº 13.256, de 04 de fevereiro de 2016, editada durante a vacatio legis do Novo CPC, inseriu nesse Código.

Número de Sistema: 001057874

Curso de processo penal

Eugênio Pacelli

Esta edição está atualizada com as mais relevantes alterações legislativas do ano de 2015.

Trata-se de obra inteiramente revista e atualizada, que segue em sua moderna perspectiva do processo constitucionalmente orientado, nos limites e sob as exigências do compromisso com os direitos fundamentais.

Além da tarefa doutrinária, com uma abordagem segura e completa dos institutos e categorias do processo penal brasileiro, o livro mantém a preocupação com a permanente atualização jurisprudencial de seu conteúdo, referindo-se às mais recentes e importantes decisões de nossos tribunais.

Número de Sistema: 001060343

Curso de Direito de Trabalho

MAURICIO GODINHO DELGADO

O Curso de Direito do Trabalho, de Mauricio Godinho Delgado, é produto de sólida formação e experiência jurídicas, associando, na medida ideal, consistência teórica e espírito prático. Resulta, desse modo, em contribuição doutrinária diferenciada, que se torna imprescindível aos profissionais do Direito no Brasil. O livro foi revisto, atualizado e ampliado, tomando em conta, inclusive, a nova e diversificada legislação surgida em 2015. Ilustrativamente: EC n. 90/2015; CPC/2015 (Lei n. 13.105/15); Lei dos Motoristas Profissionais (Lei n. 13.103/15); Lei do Trabalho Doméstico (LC n. 150/15); Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei n. 13.146/15); Lei do Programa de Proteção ao Emprego (MPr. n. 680/15 e Lei n. 13.189/15); mudanças legais relativas ao abono salarial do PIS/PASEP e ao seguro desemprego (MPr. n. 665/14 e Lei n. 13.134/15); mudanças legais relativas aos períodos de interrupção e suspensão contratuais por licença médica e previdenciária (MPr. n. 664/14 e Lei n. 13.135/15); Lei do Programa de Combate à Intimidação Sistemática – Bullying" - (Lei n. 13.185/15); MPr. n. 696/15, relativa à reforma do Ministério do Trabalho e Emprego. Também foi atualizado em conformidade com as mudanças jurisprudenciais ocorridas no TST e no STF em 2015.

Número de Sistema: 001053693

Código de processo civil e legislação processual

Negrão, Theotonio ; Bondioli, Luis Guilherme Aidar; Gouvêa, José Roberto Ferreira; Fonseca, João Francisco Naves Da

A nova edição da consagrada obra do Professor Theotonio Negrão foi inteiramente reformulada à luz do novo Código de Processo Civil – Lei n. 13.105/2015 – e continua se destacando pelos minuciosos comentários artigo por artigo, contando com conteúdo doutrinário, decisões dos Tribunais e referências a outros artigos ou a outras leis. 

Além disso, sua Legislação extravagante está anotada à luz do Novo CPC, o índice alfabético-remissivo foi inteiramente refeito, o CPC de 1973 está em apêndice destacado na cor cinza e a obra está de acordo com a Lei n. 13.256, de 5-2-2016.
Trata-se de obra imprescindível aos profissionais do direito – e também aos estudantes que ingressam ao estágio em Direito – que necessitam de informações seguras e precisas a respeito de todo o universo do novo Direito Processual Civil.

Número de Sistema: 001057269

Código Civil e Legislação Civil em Vigor

Negrão, Theotonio; Bondioli, Luis Guilherme Aida Gouvêa; José Roberto Ferreira; Fonseca, João Francisco Naves Da

A nova edição da consagrada obra do Professor Theotonio Negrão está devidamente atualizada e continua se destacando pelos minuciosos comentários artigo por artigo, contando com conteúdo doutrinário, decisões dos Tribunais e referências a outros artigos ou a outras leis.

Foram incorporadas à obra relevantes inovações legislativas. No Código Civil, além das alterações nos arts. 968-II (inscrição do empresário) e 1.367 (propriedade fiduciária) e da introdução do art. 1.368-B (alienação fiduciária em garantia), destacam-se as modificações nos arts. 1.583, 1.584, 1.585 e 1.634 (guarda compartilhada). Já na legislação extravagante, chamamos a atenção para a Lei 12.965, de 23.4.14, que estabeleceu o Marco Civil da Internet, e para a Lei 13.097, de 19.1.15, que trata de anotações na matrícula do imóvel, entre outros assuntos.

Merecem menção, ainda, as alterações: (i) no Estatuto da Criança e do Adolescente, promovidas pelas Leis 12.955, de 5.2.14, 12.962, de 8.4.14, 13.010, de 26.6.14, 13.046, de 1.12.14, e 13.106, de 17.3.15; (ii) na Lei 9.656, de 3.6.98, que dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde, introduzidas pelas Leis 13.003, de 24.6.14, e 13.127, de 26.5.15; (iii) na Lei dos Registros Públicos, promovidas pelas Leis 13.112, de 30.3.15, e 13.114, de 16.4.15; e (iv) na Lei do Bem de Família, por conta da Lei Complementar 150, de 1.6.15.

Trata-se de obra imprescindível aos profissionais do direito – e também aos estudantes que ingressam ao estágio em Direito – que necessitam de informações seguras e precisas a respeito de todo o universo do Direito Civil.

Número de sistema: 001057319

 

Abordagens organizacionais contemporâneas

"Abordagens organizacionais contemporâneas: diferentes perspectivas analíticas: responsando novas formas de atuação gerencial - Este livro traz duas importantes abordagens no mundo corporativo: "Estratégia e Sistemas", com discussões acerca de temas estratégicos que têm norteado diversos tipos de organizações e o uso da tecnologia como ferramenta vital nesse processo; e "Organização e Desenvolvimento", com foco direcionado para atividades e ações que proporcionam melhorias nas organizações e impactam positivamente em seu desenvolvimento."

Número do sistema: 1011864

Gestão de pessoas na organizações públicas

Mara Beckert, Viviane Narducci

"A despeito de podermos observar, desde a década de 30 do século passado, ações que demonstram o interesse de estudiosos e governantes pela gestão do serviço público e, por conseguinte, a gestão dos servidores, até hoje persistem algumas questões que revelam o quanto a Gestão de Pessoas no serviço público continua a ser um desafio e, portanto, um tema que suscita investigação.

A presente obra investiga os conceitos de cultura, cultura organizacional e traços culturais brasileiros, contextualizando as organizações públicas no Brasil e seus modelos de gestão, do modelo patrimonialista ao modelo gerencial.

O processo seletivo e o ingresso de servidores são analisados para que, em seguida, sejam identificados os desafios das lideranças na formação e desenvolvimento de equipes, com destaque para o processo de reciprocidade e responsabilidade. Por último, o leitor é convidado a refletir acerca das práticas da Gestão de Pessoas no setor público e analisar possíveis alternativas que possam promover os resultados desejados.

A leitura desta obra é um exercício indispensável na descoberta de causas e possíveis soluções."

Número de sistema: 1001540

Comentários à Lei da Ficha Limpa

Djalma Pinto, Elke Braid Petersen

"Obra destinada a professores, juízes, promotores, advogados, estudantes e a todas as pessoas que sonham em ver o exercício do poder político sendo praticado por cidadãos efetivamente comprometidos com a realização do bem-estar coletivo. Leitura complementar para as disciplinas Direito Eleitoral, Direito Constitucional e Ciência Política dos cursos de graduação e de pós-graduação em Direito."

Número do sistema: 991752

História de Mora

Jorge Bastos Moreno

" A história de Mora: a saga de Ulysses Guimarães - "A História de Mora" engloba uma série de episódios ocorridos em torno de um ícone da política brasileira no século 20: Ulysses Guimarães. Figura central no processo de democratização do país, no livro do jornalista Jorge Bastos Moreno os fatos decisivos e trágicos da trajetória do deputado e constituinte são contados por um narrador especial, que a tudo vê com olhos de esposa, dona Ida Malani de Almeida, carinhosamente apelidada de Nora."

Número do sistema: 000984428

Convênios e outros insturkmentos de "administração consensual" na gestão pública do século XIX

Jessé Torres Junior, Marinês Restelatto Dotti

"Convênios e outros instrumentos de "administração consensual" na gestão pública do século XIX: restrições em ano eleitoral - "A atuação da Administração Pública evoluiu, do século XIX para o XXI, de um modelo centrado no ato administrativo (unilateralidade) para um modelo gerencial, que não desconsidera a noção de autoridade, mas a faz dependente de compromisso com os resultados, que só serão legítimos se corresponderem aos direitos, interesses e prioridades das populações destinatárias da ação, que, por isto mesmo, deverão haver participado da definição das políticas e das prioridades traçadas pela autoridade, ou, ainda, com esta colaborar na execução de programas e projetos. Passam a ser tão ou mais importantes do que os atos administrativos os acordos administrativos (bilateralidade e multilateralidade), cujas referências são o diálogo, a negociação, o acordo, a coordenação, a descentralização, a cooperação e a colaboração. A imperatividade cede espaço à consensualidade."

Número do sistema: 00987702

Residuos sólidos no Brasil

Organizado por Rudinei Toneto Júnior, Carlos César Santejo, Juscelino Dourado

" Resíduos sólidos no Brasil: oportunidades e desafios da Lei federal n. 12.305 (Lei de Resíduos Sólidos) - "A gestão de resíduos sólidos será um dos principais desafios para o Brasil nos próximos anos. A questão vem ganhando importância em razão do aumento considerável da geração de lixo – resultado das mudanças nos hábitos da população e do aumento da urbanização, da renda e do consumo –, o que pode gerar efeitos nocivos sobre o meio ambiente e a saúde pública. Para lidar com esse problema, foi promulgada, em 2010, a Lei Federal n. 12.305 (Lei dos Resíduos Sólidos), a qual prevê uma série de ações que buscam solucionar o problema do manejo dos resíduos sólidos no Brasil. Resíduos Sólidos no Brasil – oportunidades e desafios da Lei Federal n. 12.305, organizado pelo Centro de Informações Tecnológicas e Ambientais em Resíduos (CITAR), com a participação de diversos especialistas, oferece um amplo panorama da gestão dos serviços de manejo de resíduos sólidos no país, discutindo as principais propostas da nova lei e a aplicabilidade delas. "

Número do sistema: 00992620

Direito do trabalho

César Reinaldo Offa Basile

"Direito do trabalho: duração do trabalho a direito de greve - A Coleção Sinopses Jurídicas é redigida por autores renomados, de vasta experiência profissional e docente em cursos preparatórios e de graduação. Em cada volume o leitor encontrará o conteúdo ideal, explicado de maneira didática e sintética para uma consulta rápida, eficaz e na medida correta. O volume 28 trata da duração do trabalho, férias, interrupção e suspensão do contrato de trabalho, extinção do contrato de trabalho e seus efeitos, profissões regulamentadas, danos patrimoniais, pessoais e morais, prescrição e decadência, teoria geral do direito coletivo, liberdade sindical, autonomia sindical, organização sindical, centrais sindicais, representação dos trabalhadores na empresa, patrimônio, negociação coletiva e direito de greve."

Número do sistema: 1000252

Dicionário filósofico

André Comte-Sponville

"Gosto das definições. Vejo nelas mais que um jogo ou um exercício intelectual: uma exigência do pensamento. Para não nos perdermos na floresta das palavras e das idéias. Para encontrarmos nosso caminho, sempre singular, rumo ao universal. A filosofia tem seu vocabulário próprio: certas palavras que só pertencem a ela, outras, mais numerosas, que ela toma emprestadas da linguagem corrente, dando-lhes um sentido mais preciso ou mais profundo. Isso é parte da sua dificuldade. Isso é parte da sua força. Um jargão? Somente para os que não o conhecem ou que o utilizam mal. Voltaire, de quem tomo emprestado meu título, soube mostrar que a clareza era mais eficaz contra a loucura dos homens do que um discurso sibilino ou hermético. Como combater o obscurantismo com a obscuridade? O medo com o terrorismo? A tolice com o esnobismo? É melhor se dirigir a todos, para ajudar cada um a pensar. A filosofia não pertence a ninguém. Que requer esforços, trabalho, reflexão, é evidente. Mas ela só vale pelo prazer que oferece: o prazer de pensar melhor, para viver melhor. "

Número do sistema: 986868

O Combate à discriminação regional no Brasil

Fernando José Gonçalves Acunha

"O combate à discriminação regional no Brasil: limites e possibilidades do direito - O combate à discriminação regional no Brasil: limites e possibilidade do Direito nos desafia a refletir criticamente sobre o preconceito no Brasil, mesmo quando nosso discurso constitucional o repudia e nossas práticas o combatem. Eis uma luta de todos os espaços da nossa República Federativa (…) Assim, Fernando Acunha, na estreia do pensamento crítico jurídico que há muito marca a produção intelectual do Programa de Pós-Graduação da Universidade de Brasília, e faz a diferença no universo da produção jurídica brasileira, para o bem da nossa cultura, oferece ao leitor uma obra-movimento. Sua leitura nos acomoda, nos desloca e nos faz agir, pois quando se trata de enfrentar o preconceito – um preconceito sutil, móvel, fluido, imperceptível – o tempo não para e espera; o tempo da luta ( por reconhecimento e igual respeito) é agora. Eis o nosso tempo.

Número do sistema: 1029204

Interdição parcial

Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)

"Interdição parcial: e a convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência - A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (CDPD), da Organização das Nações Unidas (ONU), adota a regra do reconhecimento igual perante a lei, devendo ser asseguradas às pessoas com deficiência medidas adequadas para o exercício da capacidade legal. Somente quando necessário é que a capacidade legal (civil) da pessoa poderá ser limitada. Nesse caso, todos os apoios e salvaguardas apropriadas e efetivas deverão ser disponibilizadas para a proteção do direito, da vontade e da autonomia da pessoa."

Número do sistema: 01012892

Compreender direito

Lenio Luiz Streck

"Compreender direito: como o senso comum pode nos enganar - A presente obra reúne os principais artigos publicados na coluna do autor no ConJur, elaborados em contraposição ao pensamento jurídico dogmatizado dominante, isto é, como enfrentamento ao ?senso comum teórico dos juristas?. Com este objetivo, o autor, de maneira leve, trata de diversos temas, que envolvem desde os problemas atinentes à Teoria do Direito (como o dilema da má compreensão do positivismo), problematizando questões sobre a dogmática brasileira (como é o caso do livre convencimento, da verdade real, dos embargos declaratórios), até uma abordagem dos principais acontecimentos da atualidade que repercutiram diretamente no âmbito jurídico."

Número do sistema: 001006556

Lições de argumentação jurídica

Alda de Graça Marques Valverde

"Lições de argumentação jurídica: da teoria a prática - Esta obra destina-se a todos aqueles que desejam, por meio da argumentação jurídica, alcançar a adesão do auditório à sua tese. Para tal, é importante que se compreenda em que contexto espacial e temporal identificou-se a necessidade de uma Teoria da Argumentação. Os elementos constitutivos da argumentação jurídica estão didaticamente apresentados, seguindo uma sequência que fornece uma estrutura sólida à produção textual."

Número do sistema: 1010123

Jurisdição constitucional no Brasil

Organizado por André Janjácomo Rosilho

"Como é a prática da jurisdição constitucional brasileira? Quais são suas dificuldades atuais? Que caminhos seguir para a superação dos seus principais gargalos? Com essas preocupações, os pesquisadores da Sociedade Brasileira de Direito Público - sbdp produziram um conjunto de artigos que mapeiam as posições assumidas pelo Supremo Tribunal Federal em matérias envolvendo o controle de constitucionalidade, as liberdades, o controle jurisdicional dos poderes legislativo e executivo, assim como os métodos decisórios praticados pelo Tribunal."

Número do sistema: 953144

Politicas públicas no Estado Constitucional

Wilson Donizeti Liberati

"Este livro tem como objetivo central estudar as Políticas Públicas, envolvendo sua conceituação, seu papel na redefinição das funções do Estado, os principais atores, o processo de formulação, principais modelos, a formação da agenda, o significado das parcerias, o papel do planejamento, as questões orçamentárias, a participação social, os temas emergentes e a responsabilidade social. Sua proposta é estudar os principais temas, debates e problemas relacionados com a gestão das políticas públicas, como as causas e consequências da ação política dos governos em todos os níveis ¿ federal, estadual e municipal ¿ como se articulam os diferentes atores, quais são as novas instâncias de governo, qual é o papel da governança pública na ampliação da participação da sociedade civil na tomada de decisões, entre outros temas. Discute as recentes mudanças na abordagem das questões públicas, os novos problemas que se colocam em função das profundas mudanças no cenário global, e aquelas promovidas pela intensificação da revolução científico-tecnológica."

Número do sistema: 969942

 

Comunicação, consumo e ação reflexiva

Organizado por Rose de Melo Rocha, Maria Isabel Rodrigues Orofino

"Comunicação, consumo e ação reflexiva: caminhos para educação do futuro -  Neste livro, que dá início à Coleção Comunicação e Consumo, quinze experientes pesquisadores, do Brasil e do exterior, dedicam-se a uma problemática que a cada dia ganha mais destaque na agenda política e acadêmica de nosso país. 
Enfrentando a polêmica associação entre educação e consumo, os autores desta coletânea assumem um olhar ao mesmo tempo crítico e esperançoso. Como já é uma tradição nos estudos organizados pela equipe do PPGCOM-ESPM, a construção do consumo como objeto teórico relevante ao campo da comunicação vem demarcada pela análise complexa, por leituras plurais e por reflexões que recusam o cartesianismo.
Construir uma agenda educativa na e para as contemporâneas sociedades e culturas do consumo parece fundamental. Propor políticas públicas capazes de atender à pluralidade de fenômenos e aos processos de exclusão e inclusão propiciados pelas lógicas e materialidades do consumo parece imprescindível.
Parte desse desafio e dessa utopia presente está desenhada no esforço reflexivo assumido neste volume."

Número do sistema: 001014701

Mostrando 1 - 50 de 570 resultados.
Itens por página 50
de 12