Últimas Notícias Últimas Notícias

Em Taguatinga, deputados votam dezenas de projetos e ouvem demandas da população

Em Taguatinga, deputados votam dezenas de projetos e ouvem demandas da população

Qui, 29 Jun 2017 18:48

Em Taguatinga, deputados votam dezenas de projetos e ouvem demandas da população

Em Taguatinga, deputados votam dezenas de projetos e ouvem demandas da população

A Câmara Legislativa do Distrito Federal encerra o semestre legislativo nesta quinta-feira (29), com sessão deliberativa em Taguatinga. É a primeira vez na história do Legislativo local que a última sessão do semestre acontece fora da sede. Condição para o recesso parlamentar, o projeto de lei que estabelece as diretrizes orçamentárias para o exercício financeiro do próximo ano (PL nº 1.569/2017) foi aprovado já na noite de ontem, restando na pauta de hoje a apreciação em segundo turno de dezenas de projetos de deputados e a votação de algumas propostas do Executivo.

A sessão itinerante faz parte do projeto Câmara em Movimento, que busca aproximar o Legislativo da população. Diversos distritais elogiaram o encerramento das atividades legislativas do semestre em Taguatinga, que completou este mês 59 anos de existência.

Antes do início da sessão deliberativa, à espera do quórum necessário para votações, o presidente da Casa, deputado Joe Valle (PDT), abriu os microfones para lideranças comunitárias começarem a apresentar as demandas prioritárias da cidade.

O morador Rony Barbosa da Silva cobrou a construção de creche para atender os moradores da QNL. "A falta de vagas em creches há mais de duas décadas, especialmente na nova QNL, tem obrigado as famílias mais carentes a procurarem vagas na Ceilândia", afirmou. Essa situação, conforme explicou, acaba gerando outros problemas, como a necessidade de um dos responsáveis deixar o emprego para cuidar dos filhos, ou o irmão mais velho ter de zelar pelo menor.

Já o presidente da Associação Comercial e Industrial de Taguatinga (ACIT), Justus Magalhães, disse que Taguatinga está completamente esquecida. Ele chamou a cidade de "filha bastarda do DF" e "mãe de outras 12 cidades". Magalhães cobrou a revitalização do Mercado Norte, maior centro de consumo do DF, segundo ele.

O presidente da ACIT apontou também a necessidade de instalação de uma delegacia da mulher na cidade. "Taguatinga está no centro de diversas cidades e registra um dos maiores índices de violência contra as mulheres", ressaltou Magalhães. "É preciso, urgentemente, uma delegacia especializada com funcionamento diário até as 22h, pois as agressões costumam acontecer nos finais de semana e depois das 18h", cobrou.

Outra prioridade listada por lideranças comunitárias diz respeito ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Segundo informou o deputado Bispo Renato Andrade (PR), morador da região administrativa, essa questão foi colocada por ele como meta no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias do próximo ano (LDO 2018).

Ordem do dia – As manifestações dos moradores foram interrompidas por volta das 16h, quando a sessão deliberativa foi iniciada. No momento, 22 parlamentares realizam a votação de projetos em segundo turno. Estão ausentes os deputados Cristiano Araújo (PTB) e Chico Vigilante (PT). Vigilante está de licença médica, após a realização de uma cirurgia para retirada de tumor.

Denise Caputo - Coordenadoria de Comunicação Social