Últimas Notícias Últimas Notícias

« Voltar

Dia Distrital da Equoterapia é comemorado em sessão solene nesta quinta (10)

Dia Distrital da Equoterapia é comemorado em sessão solene nesta quinta (10)

Qua, 09 Ago 2017 11:52

Dia Distrital da Equoterapia é comemorado em sessão solene nesta quinta (10)

Dia Distrital da Equoterapia é comemorado em sessão solene nesta quinta (10)

Para comemorar o Dia Distrital da Equoterapia, a Câmara Legislativa realiza sessão solene nesta quinta-feira (10), às 19h, no plenário da Casa. A iniciativa da homenagem partiu do deputado Robério Negreiros (PSDB), que também é o autor da lei que criou a data comemorativa e a inclui no calendário oficial de eventos do Distrito Federal, permitindo a utilização de recursos públicos para divulgação e incentivo à atividade em todo o DF.

Desde que a data foi comemorada pela primeira vez, em 2013, Negreiros vem pleiteando junto ao governo o aumento dos investimentos na criação de novos centros de tratamento. Ele justifica que a equoterapia apresenta resultados excelentes com poucos recursos. Dessa forma, segundo o deputado, Brasília teria todas as condições de tornar-se referência nacional no desenvolvimento e na prática da equoterapia.

Benefícios - De acordo com a definição utilizada pela Associação Nacional de Equoterapia (Ande), a atividade é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiências e/ou necessidades especiais. A Ande foi criada em 10 de maio de 1988 com o objetivo de promover a prática da terapia, visando a melhoria da qualidade de vida dos seus praticantes.

Ao destacar a importância da atividade na recuperação de pessoas com deficiência, Robério Negreiros explica que a equoterapia emprega o cavalo como agente promotor de ganhos físicos e psíquicos, uma vez que exige a participação do corpo inteiro, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da força muscular, relaxamento, conscientização do próprio corpo e aperfeiçoamento da coordenação motora e do equilíbrio.

"A interação com o cavalo - incluindo os primeiros contatos, os cuidados preliminares, o ato de montar e o manuseio final - desenvolve, ainda, novas formas de socialização, autoconfiança e autoestima", acrescenta o deputado.

A sessão solene deverá contar com a presença de parlamentares, representantes de vários centros de equoterapia, instrutores, praticantes e incentivadores da atividade no DF. 

José Coury Neto - Coordenadoria de Comunicação Social