Últimas Notícias Últimas Notícias

« Voltar

Debate sobre Plano de Educação domina sessão ordinária

Debate sobre Plano de Educação domina sessão ordinária

Ter, 16 Jun 2015 19:17

Debate sobre Plano de Educação domina sessão ordinária

Debate sobre Plano de Educação domina sessão ordinária

O tema mais abordado pelos deputados distritais na sessão ordinária desta terça-feira (16) foi o Plano Distrital de Educação (PDE), que deve ser apreciado ainda hoje, em plenário. Distritais destacaram a importância do Plano, que define metas e diretrizes para os próximos 10 anos. O único ponto que causou polêmica foi a retirada do texto original das referências sobre questões de gênero e sexualidade.

O deputado Rodrigo Delmasso (PTN) destacou os pontos que considera avanços no PDE: universalização das creches, aumento do orçamento de 25% para 30% da receita, contratação de professores para acompanhamento de alunos especiais e retirada dos pontos que tratava sobre "ideologia de gênero". Para o distrital, com o novo texto, o Plano valoriza os princípios da família e da vida. "Vamos mudar a educação do DF, valorizando a família", comemorou.

A deputada Sandra Faraj (SD) também ressaltou que o texto do PDE é voltado para a família, "respeitando a pluralidade de ideias". Na opinião da deputada, o Plano promoverá uma educação de qualidade e estruturada. O deputado Júlio César (PRB) defendeu a retirada do texto da questão de gênero, que para ele não é assunto para ser tratado no Plano.

O deputado Raimundo Ribeiro (PSDB) considerou um absurdo tratar de questões de gênero num Plano de Educação. Para ele, é necessário discutir o papel da nova escola e porque ela não está educandos os estudantes. "A Lei deve materializar o pensamento majoritário da sociedade e este assunto de gênero não está presente na sociedade", defendeu.

Já o deputado Chico Vigilante (PT) cobrou mais seriedade na discussão do PDE e criticou a retirada do texto dos pontos que tratavam de questões de gênero. O parlamentar enalteceu a capacidade dos educadores do DF e defendeu que as pessoas sejam felizes como são. "O PDE não pode favorecer esta ou aquela religião, mas sim contribuir para uma educação que transforme as pessoas em verdadeiros cidadãos", completou.

O deputado Ricardo Vale (PT) lamentou que o debate sobre o Plano de Educação tenha se resumido apenas à "ideologia de gênero".

Saúde – O deputado Agaciel Maia (PTC) informou que ficou bastante preocupado com a fala do secretário de Saúde, João Batista de Sousa, que falou ontem na Câmara sobre os problemas do setor. Agaciel disse que a crise econômica atrapalha a gestão pública e defendeu um esforço coletivo para que o governo consiga enfrentar as dificuldades.

O deputado Ricardo Vale, que foi um dos autores do convite ao secretário, também comentou o depoimento e disse que não há nenhuma perspectiva de melhoria da saúde pública para os próximos meses. Segundo ele, o depoimento do secretário não apresentou nenhuma solução para a falta de medicamentos e produtos básicos ou para diminuir o caos nos hospitais. "A população vai continuar sofrendo", finalizou.

Luís Cláudio Alves - Coordenadoria de Comunicação Social