Últimas Notícias Últimas Notícias

Câmara comemora 57 anos de Brasília com poesia, música e dança

Câmara comemora 57 anos de Brasília com poesia, música e dança

Qui, 20 Abr 2017 12:21

Crianças e adolescentes dançaram hip hop, declamaram poesias e ocuparam o plenário na sessão solene em homenagem aos 57 anos de Brasília na manhã desta quinta-feira. "Sou a realidade dos traços de Niemeyer", disse em versos a estudante da escola classe do Setor Militar Urbano, Nicole, de sete anos. Também em versos, o poeta pioneiro Nicolas Beher, traduziu seu amor à cidade: "A última coisa que quero fazer em Brasília é morrer".

Além de pioneiros, poetas, músicos, estudantes e lideranças locais, participaram da solenidade representantes do corpo diplomático, como os embaixadores e ministros das embaixadas da Bolívia, Cabo Verde, Costa do Marfim, Marrocos, Zimbabwe, Angola, Bangladesh e Sudão. Anfitrião do evento, o presidente da Casa, deputado Joe Valle (PDT), destacou que Brasília é "fruto da utopia de pioneiros que acreditaram no sonho de uma capital no centro do país, capital inovadora e acolhedora".

Joe lembrou que atualmente Brasília abriga quase três milhões de habitantes, sedia embaixadas, os três poderes e caracteriza-se pela diversidade cultural. Por outro lado, o parlamentar frisou a desigualdade social existente e que deve ser enfrentada, bem como o desafio da sustentabilidade diante do aumento de oitenta mil novos habitantes a cada ano. "O que cada um faz é o que constrói uma Brasília melhor ou pior", afirmou.

O juiz do Tribunal de Justiça do DF e Territórios, Ben Hur Viza, retomou os versos do poeta Nicholas Beher para reforçar que os moradores de Brasília devem se orgulhar da cidade e rechaçar a pecha de cidade da corrupção. "Brasília é lugar de gente honesta e justa", ponderou. O magistrado elogiou a presença dos estudantes em plenário: "É isso que a Câmara Legislativa deve fazer, trazer o povo para a casa do povo".

Representando o governador, o secretário das Cidades, Marcos Dantas, alegou que o desafio do atual governo é reduzir as contradições sociais da capital. "A Brasília real superou a Brasília planejada", disse.

Narraram a construção histórica e epopeica da cidade os pioneiros Claudionor dos Santos, presidente do Conselho da Associação dos Candangos Pioneiros de Brasília; a comendadora Braulina Carvalho e Cleber Pires, presidente da Associação Comercial de Brasília. "Brasília continua sendo a capital da esperança", afirmou Pires.

Câmara em Movimento – Durante o evento, que teve a participação da banda da Polícia Militar, o presidente Joe Valle agendou reunião, para a segunda quinzena de maio, com pioneiros presentes a fim de organizar uma edição do projeto Câmara em Movimento exclusivamente voltada aos pioneiros da capital.

Franci Moraes - Coordenadoria de Comunicação Social