Mais lidas Mais lidas

« Voltar

Greve da Cootarde chega ao fim com participação da Câmara

Greve da Cootarde chega ao fim com participação da Câmara

Qua, 15 Fev 2017 18:45

Greve da Cootarde chega ao fim com participação da Câmara

Greve da Cootarde chega ao fim com participação da Câmara

Chegou ao fim a greve dos funcionários da Cooperativa de Transporte do Distrito Federal (Cootarde). O anúncio foi feito na sessão ordinária da Câmara Legislativa desta quarta-feira (15) pelo deputado Raimundo Ribeiro (PPS), que representou a Mesa Diretora em reunião realizada ontem (14) com os trabalhadores e representantes do GDF e da cooperativa.

De acordo com Ribeiro, a reunião resultou numa "proposta possível" acatada pela categoria em assembleia realizada ontem mesmo, no auditório da Câmara, e que pôs fim à paralisação. Pela proposta, os trabalhadores receberão até a próxima sexta-feira (17) 15% do salário de dezembro, diárias de R$ 110 até 10 de março, quando todos os atrasados serão quitados.

Os micro-ônibus da Cootarde circulam em Ceilândia, Taguatinga, Recanto das Emas, Santa Maria e Gama, com a participação de 620 trabalhadores. Raimundo Ribeiro destacou o papel exercido pela Câmara na negociação, com a participação de outros distritais, que resultou no fim da greve. Para ele, a Casa reforçou seu papel na construção de consensos.

Passagens – Os deputados Chico Vigilante (PT) e Raimundo Ribeiro defenderam na sessão desta quarta-feira a suspensão do reajuste das passagens de ônibus, que entraram em vigor em 2 de janeiro. Eles argumentam que a notícia veiculada em vários veículos de comunicação sobre a descoberta de erros nos cálculos feitos pelo DFTrans para definição do reajuste é motivo mais do que suficiente para a suspensão.

Vigilante afirmou que a descoberta pelo próprio DFTrans de que os cálculos estão errados é uma demonstração de que o aumento é abusivo e prejudica a população. "Se está errado a população vai continuar pagando? O governo tem que suspender o aumento, fazer uma auditoria e punir os responsáveis", assinalou.

Na opinião do deputado Raimundo Ribeiro, o estudo que descobriu o erro nos cálculos revela que os cidadãos estão sendo roubados. Ele apelou para o bom senso e defendeu a suspensão do reajuste das tarifas de ônibus.

Luís Cláudio Alves - Coordenadoria de Comunicação Social