Artigos Artigos

« Voltar

Cristiano Araújo - O hoje e o futuro

Artigo

Cristiano Araújo - O hoje e o futuro

Sex, 12 Jun 2015 18:56
Em artigo, o deputado Cristiano Araújo alerta para o fato de que o futuro só será melhor se trabalharmos o hoje. Para tal, é preciso planejamento, ouvri a comunidade, melhorar a gestão pública e a formação dos cidadãos. O foco dos governantes deve ser o poder transformador da Educação e, por isso, a necessidade de se investir em educação pública, gratuita, democrática e de qualidade.

Artigo

Cristiano Araújo - O hoje e o futuro

Em artigo, o deputado Cristiano Araújo alerta para o fato de que o futuro só será melhor se trabalharmos o hoje. Para tal, é preciso planejamento, ouvri a comunidade, melhorar a gestão pública e a formação dos cidadãos. O foco dos governantes deve ser o poder transformador da Educação e, por isso, a necessidade de se investir em educação pública, gratuita, democrática e de qualidade.

Artigo

Cristiano Araújo - O hoje e o futuro

Estamos em um novo governo. A cada 4 anos, passamos por este momento de esperanças renovadas, de expectativas a serem realizadas, de compromissos assumidos e de muita responsabilidade para com a nossa sociedade e as futuras gerações.

Para que essas expectativas não sejam frustradas, os gestores públicos precisarão avançar, com muita velocidade, em ações que reflitam profundas melhorias nas áreas de saúde, segurança, educação, desenvolvimento social e humano, proteção ao meio ambiente, atenção ao desenvolvimento tecnológico sustentável e muita, muita transparência e fiscalização na gestão pública.

Essas ações precisam ser concomitantes e refletir na vida cotidiana das pessoas que vivem em nossa cidade. E, para isso, precisamos planejar para não caírmos na desesperança e no descrédito.

O futuro só será melhor se trabalharmos o hoje, se planejarmos bem, se ouvirmos a comunidade, se investirmos, efetivamente, na melhoria da gestão pública e, principalmente, numa nova geração com formação integral, preparada e em condições de ampliar cada vez mais seus conhecimentos e competir com qualquer outra pessoa do mundo, cada vez mais globalizado.

E para formarmos essa geração, é preciso investir em educação pública, gratuita, democrática e de qualidade.

E quanto, efetivamente, estamos utilizando da arrecadação de impostos do Distrito Federal para esse investimento? A Constituição Federal definiu o mínimo em 25% de uma cesta de impostos. O Distrito Federal, de 2002 a 2014, ultrapassou esse limite, utilizando, em média, 30,91% dos impostos, o que parece pouco diante da necessidade que temos pela frente.  Por isso, é preciso investir mais em educação, na qualidade dos projetos pedagógicos desenvolvidos por nossos profissionais, em recursos materiais e tecnológicos, em prédios ambientalmente confortáveis, na formação inicial e continuada de nossos mestres, dando-lhes uma remuneração condigna com a responsabilidade que têm.

O Distrito Federal merece e precisa ter mais escolas de ensino médio integrado ao profissional, ampliar a educação em tempo integral, especialmente com escolas bilíngues, além de ampliarmos o número de escolas técnicas e centros interescolares para todas as cidades.

Para que tudo isso possa ocorrer, será preciso uma gestão atual competente e comprometida. Por isso, com esperança, torcemos e cobramos o hoje para termos um futuro melhor. A população de nossa cidade merece.

 

Média (0 Votos)